Home - Convergência Digital

Déficit de mão de obra na América Latina será de 570 mil profissionais em 2020

Ana Paula Lobo* - 04/12/2019

A América Latina terá um déficit de profissionais de TIC avaliado em 570 mil profissionas, de acordo com projeção da IDC América Latina. A expectativa da carência de mão de obra está ligada a previsão que os investimentos em Tecnologia e Telecomunicações, apesar das instabilidades políticas e econômicas da região, vão crescer em 2020.

O relatório da consultoria prevê  um crescimento do mercado de TI (hardware, software e serviços) será de 1,3% em 2019 e irá acelerar em 2020, com aumento de 4,8%. Já o mercado de telecomunicações encerrará 2019 com baixa de 3,5% e começará a se recuperar em 2020, crescendo quase dois pontos percentuais.E a maior parte dos investimentos vai acontecer nas tecnlogias denominadas 'pilares para a terceira plataforma' como cloud, big data/analytics, mobilidade e empreendimento social, as quais terão, segundo a IDC, 58% do montante a ser aportado em TIC em 2020.

"O mundo está se aproximando da supremacia digital - o momento em que a economia digital supera o tamanho da economia não-digital. A economia mundial chegará à supremacia digital em 2023", reforçou o vice-presidente da IDC América Latina, Ricardo Villate.A IDC sugere ainda que, em 2023,serão desenvolvidos e implantados mais de 15 milhões de aplicações e serviços digitais utilizando enfoques nativos da nuvem na América Latina, a maioria dirigidos a casos de uso de transformação digital específicos de cada indústria.

E, em 2025,metade das empresas na América Latina será produtora ativa de software, com código implementado diariamente. Essas companhias terão mais de 90% das novas aplicações nativas em nuvem; com 65% dos códigos de origem externos e terão 1,5 vezes mais desenvolvedores, o que vai ampliar a carência de bons profissionais na região.
    
*Com informações da IDC América Latina

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

20/10/2020
Microsoft promete 5,5 milhões de vagas em cursos TI em plataforma suspensa pelo governo Bolsonaro

07/10/2020
USP abre vagas para mestrado em Ciências de Computação

16/09/2020
ACSoftware oferece 10 bolsas para capacitação profissional na Trilha DevOps da Jornada Learning

15/09/2020
Dell e IOS abrem cursos gratuitos para jovens e pessoas com deficiência em Campinas, RJ e Porto Alegre

14/09/2020
Estação Hack do Facebook abre 19 mil vagas gratuitas para curso de empregabilidade e inovação

10/09/2020
Meta oferece 350 vagas para TI. 21 delas para fora do Brasil

08/09/2020
CESAR School de Manaus abre inscrições para pós-graduação em Testes Ágeis

08/09/2020
Mercado celular despenca 30,7% no 2º trimestre

04/09/2020
Um em cada cinco servidores públicos será substituído por robô no Brasil

31/08/2020
CESAR abre inscrições para capacitação a distância em TI

Desafio nacional: identificar os dados efetivamente valiosos ao negócio

Pesquisa da IDC mostra que quase a metade companhias pesquisadas no Brasil admitiu ter dificuldade para encontrar talentos e recursos responsáveis pelas análises das informações.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Futuro sem aposentadoria – qual a saída?

Por luis Macedo*

O futuro financeiro nunca foi tão incerto. A aposentadoria "oficial", pelo INSS, fica cada vez mais distante para muitas pessoas, especialmente porque o mundo do trabalho mudou. Uma alternativa para uma parcela significativa da população que não tem carteira assinada são os fundos de previdência. O problema, no entanto, é a infinidade de fundos que existem.

Destaques
Destaques

Ministério Público: Teletrabalho exige direito à desconexão

Ministério Público do Trabalho elaborou uma nota técnica direcionada para as “empresas, sindicatos e órgãos da administração pública”.  Na orientação, sugere a adoção de etiqueta digital para orientação de patrões e empregados.

Dos 10% em teletrabalho no Brasil, maioria é branca, tem diploma e maior renda

Segundo o Dieese, 8,4 milhões de brasileiros trabalham de casa por conta da pandemia de Covid-19. Proporção chega a 22% dos trabalhadores em Brasília, mas não passa de 3% no Pará. 

Um em cada cinco servidores públicos será substituído por robô no Brasil

A Escola Nacional de Administração Pública estima que, por conta da Transformação Digital, a automação deverá substituir cerca de 100 mil postos de trabalho no Serviço Público Federal nos próximos cinco a 10 anos, sendo que a metade deles terá menos de 50 anos.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site