Home - Convergência Digital

Ericsson: "Temos que colocar nossas melhores cabeças para ganhar o mundo com o 5G"

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo e Pedro Costa, do Rio de Janeiro - 04/11/2019

O Brasil tem uma oportunidade única com a chegada do 5G para fazer acontecer a inovação, observa o diretor de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Ericsson, Edvaldo Santos. Em entrevista à CDTV, do Convergência Digital, durante o Futurecom 2019, realizado de 28 a 31 de outubro, em São Paulo, o executivo lembrou que o Brasil tem muita competência para inovar.

"O 5G vai habilitar soluções para equacionar os nossos problemas. Teremos coisas fantásticas, mas teremos as soluções para o nosso dia a dia", disse Santos. Para o diretor da Ericsson, o momento é de usar a ambição positiva do brasileiro para colocar as nossas melhores cabeças para criar aplicativos 5G capazes de ganhar o mundo. E lembrou: na própria Ericsson, a equipe brasileira lidera o projeto zero-touch que leva Inteligência Artificial para o gerenciamento de redes. Assista à entrevista.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

28/05/2020
Profissional de IA tem de gostar de fazer a tecnologia acontecer

09/03/2020
Software e serviços de TI contrataram 30 mil novos profissionais em 2019

19/02/2020
Defesa Cibernética: 5G do Brasil deve resistir a riscos de qualquer empresa ou nação

07/01/2020
O carro será uma Internet das Coisas

25/11/2019
OVUM:Consolidação é inevitável nas operadoras competitivas

18/11/2019
Vogel Telecom entra na disputa pelo mercado de atacado e redes neutras

12/11/2019
Datora se prepara para participar do leilão 5G

12/11/2019
Leilão 5G terá mínimo de 50 MHz para cada licitante

11/11/2019
5G exige políticas públicas e apoio do Governo

11/11/2019
SAP Brasil: quem tem de cuidar dos dados são as empresas

Destaques
Destaques

Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

TIM e Claro se posicionam claramente contra a realização do leilão ainda em 2020. A Vivo se mostra mais cautelosa, mas admite que está tudo muito nebuloso por conta da economia e da pandemia de Covid-19. Todas asseguram que o momento ainda é de muito investimento no 4G e no 4,5G.

Operadoras pedem que edital do 5G traga compromissos na nova tecnologia

Mas Anatel lembra que reduzir preço das frequências para exigir investimentos que o mercado já faria naturalmente não faz sentido na licitação. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Para além da guerra da saúde pública, não adiem o leilão do 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

O setor de telecomunicações tem suportado a sobrecarga derivada da pandemia de Covid-19. Mas, reforcem essas redes com tecnologia mais avançada para prover serviços de baixa latência. Dessa forma, não se postergue o leilão das redes ditas de quinta geração (5G) e atenção à segurança cibernética.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site