Home - Convergência Digital

Funcionários da ONU estão proibidos de usar o WhatsApp

Da redação - 24/01/2020


Os funcionários das Nações Unidas não usam o WhatsApp para se comunicarem porque o aplicativo “não é considerado como seguro”, admitiu o porta-voz da ONU, Farhan Haq. A questão veio à tona depois de especialistas da ONU acusarem a Arábia Saudita de usar a plataforma para invadir o celular do presidente-executivo da Amazon e controlador do jornal Washington Post, Jeff Bezos.

Especialistas independentes da ONU divulgaram a informação que indica um “possível envolvimento” do príncipe saudita Mohammed bin Salman no suposto ciberataque contra o bilionário em 2018. Foi solicitada uma investigação imediata dos Estados Unidos e de outras autoridades com base na análise forense da FTI Consulting. A investigação indica que o iPhone de Bezos foi invadido por meio de um arquivo de vídeo enviado pela conta do WhatsApp usada pelo príncipe.

Quando questionado se o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, se comunicou com o príncipe saudita ou qualquer outro líder mundial por meio do WhatsApp, Farhan Haq assegurou: “Funcionários sênior da ONU receberam orientação para não usarem o WhatsApp, ele não é suportado como um mecanismo seguro.” A instrução para que funcionários da ONU não usem o WhatsApp foi dada em junho do ano passado.

O OTT de mensagem reagiu, que tem o Facebook como dono, reagiu. “Cada mensagem privada é protegida por criptografia para ajudar a impedir que o WhatsApp ou outros tenham acesso às conversas. A tecnologia de codificação que desenvolvemos com a Signal conta com alto respaldo de especialistas em segurança e continua sendo a melhor disponível para as pessoas no mundo”, afirmou o diretor de comunicações do WhatsApp, Carl Woog. O WhatsApp é usado, hoje, por mais de 1,5 bilhão de pessoas no mundo.

*Com agências de notícias

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

03/09/2020
Um em cada três brasileiros compartilhou notícia no WhatsApp sem saber se era ou não Fake News

31/08/2020
Globo parte para a briga e lança programação no OTT

06/04/2020
OTTs prometem medidas para preservar a internet, mas pedem respeito ao Marco Civil

11/02/2020
WhatsApp suspende 5 mil contas/mês no Brasil

29/01/2020
DAZN, de olho no Flamengo, reduz preço à metade e acirra guerra dos streamings

24/01/2020
Funcionários da ONU estão proibidos de usar o WhatsApp

11/09/2019
Apple ataca Netflix com oferta de conteúdo gratuito

19/02/2019
Vivo reforça parceria com Globosat por conteúdo de streaming

19/02/2019
Cliente da Claro/NET vai pagar Netflix em uma única fatura

25/10/2018
Avanço da Anatel sobre internet prejudica inovação, argumenta PSB

Cientista de dados: seja investigativo, analítico e curioso

Não há um perfil delimitado para o cientista de dados, o que significa que ele pode ser um 'profissional mais rodado e experiente' ou uim jovem recém-saído das universidades. Mas há um ponto essencial: a multidisciplinaridade, aponta o professor e especialista em ciência de dados do Instituto de Gestão e Tecnologia da Informação (IGTI), João Carlos Barbosa.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Seis dicas para formar uma equipe de trabalho resiliente

or Craig Mackereth*

Formar uma equipe ou força de trabalho resiliente não é tarefa que se execute da noite para o dia. Tampouco é possível tornar uma equipe verdadeiramente resiliente se isso ainda não estiver integrado ao DNA da empresa.

Destaques
Destaques

Um em cada cinco servidores públicos será substituído por robô no Brasil

A Escola Nacional de Administração Pública estima que, por conta da Transformação Digital, a automação deverá substituir cerca de 100 mil postos de trabalho no Serviço Público Federal nos próximos cinco a 10 anos, sendo que a metade deles terá menos de 50 anos.

Acordo trabalhista em Goiás será pago em Bitcoins

Em conciliação realizada pelo TRT de Goiás, empresa de mineração aceitou o pagamento no valor de R$350 mil convertidos na moeda eletrônica. 

Teletrabalho: Novo PL quer acordo prévio para custos com Internet e PCs

Iniciativa também não permite que o tempo de uso dos aplicativos, como o WhatsApp, fora da jornada normal, seja um regime de prontidão. Projeto tem regras distintas da IN 65 do Governo Bolsonaro para os servidores públicos.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site