Home - Convergência Digital

PGR questiona Contrato Verde e Amarelo no STF

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 27/01/2020

O procurador-geral da República, Augusto Aras, ajuizou no Supremo Tribunal Federal (STF) a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 6306, com pedido de liminar, contra dois artigos da Medida Provisória (MP) 905/2019 (que instituiu o Contrato de Trabalho Verde e Amarelo) que tratam da destinação de valores de multas e penalidades aplicadas em ações e procedimentos da competência do Ministério Público do Trabalho (MPT) e limitam seu campo de atuação para firmar Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) em matéria trabalhista. De acordo com Aras, as normas limitam o uso de instrumentos à disposição do MPT para a defesa de direitos coletivos trabalhistas e ferem a autonomia e a independência do Ministério Público.

Para o procurador-geral, as atribuições e as prerrogativas de membros do Ministério Público só podem ser reduzidas por meio de lei complementar. Aras aponta ainda violação aos princípios constitucionais que tratam da divisão funcional de Poder e da independência funcional do Ministério Público.

A medida provisória criou o Programa de Habilitação e Reabilitação Física e Profissional, Prevenção e Redução de Acidentes de Trabalho e vinculou a ele as receitas decorrentes da reparação de danos morais coletivos ou multas por descumprimento de TACs firmados pelo MPT. Segundo o PGR, ao destinar valores a um único programa com temática limitada, sem relação com a compensação do dano trabalhista coletivo causado, a norma restringe o dever de reparação e atinge a atividade do MPT, reduzindo sua função de órgão resolutivo na proteção de direitos difusos e coletivos e comprometendo sua autonomia funcional.

Também é objeto de questionamento na ação o dispositivo da medida provisória que altera o artigo 627-A da CLT para limitar o prazo máximo de vigência de TAC em matéria trabalhista e estabelecer que as multas por seu descumprimento terão valor igual ao das penalidades administrativas impostas em infrações trabalhistas. A alteração na CLT também impede a assinatura de novo TAC quando a empresa tiver firmado acordo extrajudicial. Segundo Aras, a regra impede a plena atuação do MPT.

* Com informações do STF

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

17/02/2020
Empresa de TI busca desenvolvedores Java

14/02/2020
Mercado busca freelancers em BI, BA e Growth Hacking

13/02/2020
Empresa de serviços de TI abre 40 vagas para mulheres

12/02/2020
Plataforma de aluguel de carros abre 200 vagas

10/02/2020
Internet é meio de renda extra para 62% de empreendedores

07/02/2020
Stefanini faz hackathon para contratar até 15 profissionais de TI em Brasília

30/01/2020
Banco do Brasil prepara concurso específico para áreas de Tecnologia

27/01/2020
Empresa de Software abre 70 vagas com CLT

27/01/2020
PGR questiona Contrato Verde e Amarelo no STF

15/01/2020
Québec, no Canadá, quer desenvolvedor de software e analista digital do Brasil

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência de cultivar talentos para TIC no Brasil e no mundo

Por Breno Santos*

A transformação digital ainda é um desafio para muitas empresas no Brasil e a aplicação estratégica das novas soluções deve acontecer por meio de equipamentos e mão de obra qualificada.

Destaques
Destaques

Faltam profissionais para cuidar dos ataques cibernéticos no Brasil

Ao publicar a Estratégia Nacional de Segurança da Informação, a e-ciber, o governo admite que o País possui poucos profissionais especializados em segurança cibernética; que há uma baixa conscientização dos usuários com relação ao tema e que é preciso urgente criar um programa nacional destinado à formação técnica nos órgãos do governo e nas empresas privadas.

TI e Internet lideram 13 dos 15 cargos profissionais em alta no Brasil

Levantamento feito pelo Linkedin mostra que gestor de redes sociais, engenheiro de cibersegurança, cientistas de dados e desenvolvedores seguem tendo alta demanda no mercado.

Déficit de mão de obra na América Latina será de 570 mil profissionais em 2020

Empresas da região vão investir nas tecnologias da terceira plataforma - cloud, analytics, Inteligência Artificial - e vão requisitar cada vez mais especialistas em programação e desenvolvimento, projeta estudo da IDC América Latina.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site