Home - Convergência Digital

Cade autoriza Cosan a fazer parceria para carteira digital

Convergência Digital - 27/09/2018

O grupo Cosan, multinacional brasileira que atua em energia, infraestrutura, logística e agricultura, obteve autorização do Cade para formar parceria com a empresa de investimentos uruguaia Manzat com objetivo de criar uma carteira digital, ou e-wallet. Trata-se de um sistema de pagamento por celular até aqui batizado de Payly.

A benção do Cade foi para a venda de 25% da Payly para a Manzat, uma holding não operacional uruguaia que já tem alguma presença no segmento – é sócia do Santander no negócio de maquininhas de cartões, detendo cerca de 10% da Getnet.

“Para a Cosan, a operação representa uma boa oportunidade de negócio, pois lhe permitirá ofertar soluções de pagamento diferenciadas e mais modernas a seus clientes e parceiros de negócio”, disse o Cade em despacho, segundo relato da agência Reuters.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

17/09/2020
Meio de pagamentos: BC barrou WhatsApp para preservar competição no longo prazo

21/08/2020
PagSeguro, da UOL, compra operação da alemã Wirecard no Brasil

14/08/2020
TOTVS parte para a briga com a Stone pelos negócios da Linx

13/08/2020
ABRANET alega risco de segurança e quer adiar adesão obrigatória ao PIX para agosto de 2021

12/08/2020
Banco Central: PIX não será uma 'TED vitaminada'

11/08/2020
Meio de pagamento: Stone compra Linx por R$ 6,4 bilhões

07/08/2020
Banco como serviço faz Stefanini comprar Logbank

03/08/2020
CCR Barcas e Visa fazem piloto de pagamento por aproximação (NFC) nas barcas do Rio

03/08/2020
Banco Central: testes não implicam autorização para transação real pelo WhatsApp

30/07/2020
Meio de pagamento: Mercado Livre e PayPal integram serviços no Brasil

Destaques
Destaques

Claro: Sem antenas, São Paulo fica fora do 5G

CEO da Claro, Paulo Cesar Teixeira, criticou a miopia de executivos que ainda insistem em colocar restrições à implantação de antenas, como acontece na cidade de São Paulo. "5G é a grande plataforma para permitir um salto econômico mais vigoroso", advertiu.

Covid-19 não é desculpa e Brasil perde dinheiro e status ao atrasar o 5G

O mundo não vai esperar o Brasil resolver seus problemas e o 5G está acontecendo, advertiu o consultor sênior da Omdia, Ari Lopes. Governo terá de decidir se busca investimentos de longo prazo ou de curto prazo. Omdia prevê um impacto de US$ 1,1 trilhão no Brasil de 2021 a 2025.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Internet 5G traz disrupção para Telecomunicações até no modelo de negócio

Por Eduardo Grizendi*

Na RNP, estabelecemos um objetivo estratégico ambicioso – o de prover uma ciberinfraestrutura, segura, de alto desempenho e disponibilidade e, ao mesmo tempo, ubíqua, onipresente, em qualquer lugar e a qualquer hora, para nossas comunidades de educação, pesquisa e inovação.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site