Norte-americana, que atuava por meio de parceiros, abriu operação local e tem como objetivo rivalizar com Salesforce, IBM e Oracle. Empresa também quer atuar com prestadores de serviços de TI.

" /> Pegasystems chega ao Brasil para brigar pelo mercado de CRM e IA - Convergência Digital - Negócios
NEGÓCIOS

Pegasystems chega ao Brasil para brigar pelo mercado de CRM e IA

Por Fernanda Ângelo e Pedro Costa ... 14/06/2019 ... Convergência Digital

Presente em 38 países, a Pegasystems, empresa norte-americana de soluções de CRM e digitalização, anunciou operações locais no Brasil. A empresa já atuava no País através de integradores desde 2015, quando assinou contratos com Bradesco Seguros e Oi. De lá para cá, ampliou a base de clientes, sempre através de parceiros globais, como Accenture, TCS e Capgemini, entre outros.

"Desde 2015, identificamos o potencial do mercado brasileiro. Agora, entendemos que era o momento de ampliar nossa presença no País", afirmou Robert Spencer, vice-presidente e general manager da Pegasystems. "O Brasil é o maior mercado da companhia na América Latina, onde também mantemos escritórios no México e Argentina", acrescentou o executivo. Atualmente, a Pegasystems conta com 12 funcionários em sua subsidiária brasileira, incluindo equipes comercial, técnica e de serviços profissionais. Na América Latina, são 25 colaboradores.

A empresa chega para disputar terreno com competidores como Salesforce, IBM e Oracle. "A diferença é que muitos desses players não têm as soluções integradas como nós temos. Além disso, nossos produtos rodam em uma plataforma única e funcionam tanto em cloud quanto on-premises, coisa que alguns concorrentes não oferecem", disse Roberta Cadastro, executiva de desenvolvimento de negócios da Pegasystems Brasil.

Dagoberto Freitas, executivo sênior de clientes da Pegasystems Brasil, acrescentou que os diferentes modelos de licenciamento (on-premises ou cloud) e a opção dada ao cliente para escolher entre contratar a nuvem da própria Pegasystems (parceira AWS), utilizar a própria cloud ou uma infraestrutura híbrida também são diferenciais de negócios. Numa primeira etapa, a empresa vai centrar nas verticais de telecomunicações, finanças e seguros.

De acordo com ele, a Pegasystems Brasil continuará comercializando os produtos através do canal de integradores, mas também se organiza para fazê-lo diretamente. Em outra frente, já conversa com parceiros locais, especializados em nichos de mercado, para reforçar a atuação no Brasil. "Estamos em conversação avançada com a BRQ", revelou.

Para marcar oficialmente a sua chegada ao País, a companhia participou do CIAB Febraban 2019, realizado esta semana, em São Paulo, onde lançou o Pega Infinity, um software corporativo que consolida as interações com clientes e promove automação de processos digitais internos. "A solução cobre toda a jornada de experiência do cliente, desde o atendimento na ponta até os processos que garantem a entrega do serviço", disse Roberta Cadastro.

A executiva explicou  que o software conecta a interação no relacionamento com clientes à automação de processos digitais realizados internamente, passando por ferramentas de inteligência artificial para suportar decisões de otimização de processos de negócios. À CDTV, do portal Convergência Digital, Dagoberto Freitas falou dos desafios e oportunidades do mercado brasileiro. Assistam.


Cloud Computing
DNIT assume dívida de R$ 21,3 milhões com o Serpro por serviços de TIC

Entre os serviços no rol das pendências está a oferta de dados como serviço (Quarzo), conforme revela o reconhecimento da dívida feita pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes no Diário Oficial da União.

ARTIGO . Por Melissa Torgbi

Cientista de dados: seja curioso, se envolva e tenha muita disposição para resolver problemas

Há muita empolgação acerca do termo “ciência de dados” atualmente. Para nós que queremos ser cientistas de dados, há alguns requisitos. Um deles: ter muita, mas muita vontade de aprender o tempo todo.

Unicórnio brasileiro avança operações de pagamento para décimo país

Ebanx anunciou que também vai processar pagamentos no Uruguai. "Unicórnio" com mais de US$ 1 bi, empresa está também no México, Colômbia, Argentina, Chile, Peru, Bolívia, Equador e Uruguai, além do Brasil.

Finplace amplia em mais de 200% a oferta de crédito para PMEs

Criada no final do ano passado, a plataforma já movimentou mais de R$ 50 milhões e contabiliza 108 financiadores e uma carteira com mais de 500 clientes.

Se a bitcoin fracassar, o blockchain morre abraçado

FastBlock, empresa brasileira especializada em mineração por serviço, compra data center nos EUA para acelerar a mineração das criptomoedas. Ao Convergência Digital, o CEO Bernardo Schucman, adverte: Brasil não abre espaço à inovação. Sobre a credibilidade da bitcoin, o executivo diz que o estigma é concorrencial. "O velho mundo rejeita o novo. Golpes existem desde sempre. O que é a gangue do boleto?".

No Brasil, 65% das empresas estão bem longe das regras da LGPD

Índice LGPD ABES mostra ainda que 40% das companhias brasileiras sofreram incidentes de violação nos últimos dois anos e 80% assumem que fazem, sim, coleta de dados sigilosos. "Não há mais tempo a perder", adverte o consultor da EY, Marcos Sêmola.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G