Home - Convergência Digital

QR-Code elimina o crachá no governo federal

Convergência Digital - 07/08/2019

A nova Carteira Funcional Digital já está disponível para todos os servidores públicos. O modelo desenvolvido pelo Ministério da Economia (ME), em parceria com o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), segue o padrão utilizado na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e no Documento Nacional de Identificação (DNI). Desta forma, a recém-lançada carteira evitará falsificações, fraudes e golpes.

“Em breve, os servidores ativos poderão entrar em qualquer prédio público do Executivo Federal com este novo documento. Assim, simplificamos o processo de identificação ao mesmo tempo que modernizamos o Estado brasileiro a partir do uso de novas tecnologias”, afirma o secretário de Gestão e Desempenho de Pessoal, Wagner Lenhart. Segundo ele, nova carteira funcional poderá, no futuro, ser utilizada como um documento de identificação, assim como a CNH.

Para construir o novo modelo de identificação funcional, o ministério utilizou dados dos servidores ativos disponíveis no Sistema de Gestão de Pessoal do Governo Federal (Sigepe). Já os terceirizados não usarão o modelo, pois não estão incluídos no Sistema Integrado de Administração de Pessoal (Siape).

O processo de identificação será possível a partir de um QR-Code, que pode ser verificado por qualquer cidadão a partir do “Vio” (disponível nas lojas virtuais Play Store e Apple Store). Além da CNH e do DNI, o mesmo procedimento é utilizado no Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) digital e nas novas placas veiculares.

Para o secretário, a medida ainda vai reduzir os custos com a impressão de crachás para servidores públicos. “Este sistema poderá ser utilizado pela segurança dos prédios públicos nas catracas, assim como é feito nos aeroportos. Com isso, o crachá poderá ser substituído por outras formas de identificação como bottons, mas isto ficará a critério de cada órgão”, complementa Lenhart.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

29/09/2020
Instagram passa Facebook Messenger e está em 81% dos celulares no Brasil

22/09/2020
Governo quer economizar R$ 27 milhões com atestado médico pela Internet

16/09/2020
Claro vende acesso ao aplicativo do Hospital Albert Einstein por R$ 49,90 por mês

07/08/2020
TikTok e WeChat decidem enfrentar o governo de Donald Trump

05/08/2020
Infobip e GSMA para oferecer proteção à identidade digital

05/08/2020
Itaú abriu cerca de 1 milhão de contas pelo app no 1º semestre

03/08/2020
"TikTok é vítima inocente da loucura da política e da geopolítica"

31/07/2020
Trump 'ordena' a venda do TikTok. Microsoft aparece como interessada

31/07/2020
Coronavírus SUS vai rastrear contatos de infectados com covid-19

28/07/2020
Covid-19 triplicou uso de serviços públicos digitais

Destaques
Destaques

Vitor Menezes, Minicom: Vamos brigar por um leilão 5G não arrecadatório

O Ministério das Comunicações sinalizou às operadoras que trabalha para convencer os colegas de Esplanada a concentrar os valores envolvidos no leilão do 5G em compromissos de cobertura, minimizando o preço a ser pago ao Estado, afirmou o secretário de Telecomunicações, Vitor Menezes, ao participar do Painel Telebrasil 2020.

Claro: Sem antenas, São Paulo fica fora do 5G

CEO da Claro, Paulo Cesar Teixeira, criticou a miopia de executivos que ainda insistem em colocar restrições à implantação de antenas, como acontece na cidade de São Paulo. "5G é a grande plataforma para permitir um salto econômico mais vigoroso", advertiu.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Internet 5G traz disrupção para Telecomunicações até no modelo de negócio

Por Eduardo Grizendi*

Na RNP, estabelecemos um objetivo estratégico ambicioso – o de prover uma ciberinfraestrutura, segura, de alto desempenho e disponibilidade e, ao mesmo tempo, ubíqua, onipresente, em qualquer lugar e a qualquer hora, para nossas comunidades de educação, pesquisa e inovação.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site