TELECOM

Coronavírus: teles vão negociar com inadimplentes a cobrança das contas

Ana Paula Lobo* ... 27/03/2020 ... Convergência Digital

Claro, Oi, TIM, Vivo e Algar Telecom, representadas pelo Sinditelebrasil, anunciaram nesta sexta-feira, 27/03, a adoção de medidas para dar, o que chamaram, "uma maior flexibilidade para adequação dos planos contratados e também no processo de cobrança, para clientes que encontrem dificuldade para se manter adimplentes, seja pela restrição de mobilidade ou pela situação financeira mais desfavorecida pela crise."

O informe oficial afirma que as operadoras estão implementando algumas revisões em suas políticas de negociação de dívidas por inadimplência, buscando criar melhores condições de prazo e/ou isenção de juros neste momento. As medidas anunciadas são válidas por tempo indeterminado e passam a vigorar a partir desta sexta-feira, 27. Elas serão reavaliadas em regime permanente nos comitês de crise de cada operadora, onde são monitorados os impactos da crise nas pessoas, nas redes e serviços e no negócio de cada empresa.

As teles já tinham anunciado outras medidas como a liberação temporária de conteúdos de TV e streaming, a concessão de bônus de internet no celular e na banda larga residencial, além da veiculação das campanhas de esclarecimento do Ministério da Saúde, SUS, Secretarias Estaduais e Municipais de saúde. O App Coronavírus SUS, que oferece informações oficiais atualizadas, pode ser acessado nos smartphones de forma ilimitada, gratuita e universal, sem descontar do plano de internet móvel, em todas as operadoras.

Diante do caráter essencial que os serviços de telecomunicações possuem, as operadoras também tomaram todas as medidas cabíveis visando garantir a saúde dos seus clientes, familiares e colaboradores, principalmente nos casos em que uma visita técnica residencial se faz necessária. Os canais de vendas e atendimento presenciais foram desmobilizados e os canais digitais de atendimento estão sendo adaptados para garantir a continuidade do atendimento aos clientes, especialmente no que se refere a recarga de planos pré-pagos, emissão de boleto eletrônico e alternativas de canais digitais de pagamento, adotando políticas individuais de incentivos para adoção destes canais e também de opções como o débito automático em conta corrente (DCC) ou o débito direto autorizado (DDA).

Cientes do momento complexo pelo qual passa o país e do papel central que seus serviços e redes desempenham, as operadoras foram além e anunciam neste momento novas medidas para auxiliar especialmente as pessoas que, em função do isolamento, terão maior dificuldade de manter seus negócios ou sua geração de renda durante este período. Através do Sinditelebrasil, as operadoras permanecerão colaborando com o Governo Federal, Estados e Municípios, além da Anatel e órgãos públicos envolvidos na gestão das ações de combate ao vírus.


Londrina quer vender Sercomtel por R$ 130 milhões

Tentativa de privatização da operadora, que tem cerca de 400 mil acessos de telefonia e internet, foi remarcada para 18/8, na B3. Prefeitura admitiu o parcelamento na aquisição para atrair interessados nessa nova tentativa.

Refarming vai trazer 5G antes do leilão da Anatel, diz Rodrigo Abreu, da Oi

Executivo adverte, porém, que é necessária uma massificação de verdade na infraestrutura ótica no País. Para Abreu, o leilão tem de acontecer em 2021. “O Brasil não pode atrasar mais”, pontuou.

STF decide que Lei estadual que proíbe fidelização é constitucional

Para a Ministra relatora Rosa Weber, a lei do Rio de Janeiro apenas veda a fidelização, sem interferir no regime de exploração ou na estrutura remuneratória da prestação dos serviços. O objetivo, segundo ela, é apenas a proteção dos usuários.

Faixa de 1,5 GHz também pode ser destinada ao 5G para uso privado

Proposta foi apresentada em reunião do Conselho Diretor da Anatel.  Mas a faixa é usada pela Força Aérea Brasileira para aplicações de telemetria. Agência sugere destinar 30 MHz para satélites, como forma de evitar interferência.

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G