Home - Convergência Digital

Trump é pressionado e anuncia novo prazo para a Huawei atuar nos EUA

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 18/08/2019

O secretário de Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, informou nesta segunda-feira,19/08, que o governo norte-americano vai prorrogar o adiamento dado à Huawei Technologies que permite que a empresa chinesa compre suprimentos de empresas norte-americanas para atender clientes existentes. A primeira licença - concedida em maio no auge da crise- perderia validade hoje. Mas outras 46 filiais adicionais da Huawei foram incorporadas à Lista de Entidades, a chamada lista negra econômica.

A decisão do governo Trump não foi por bondade ou um sinal de tentativa de negociação. A pressão das empresas norte-americanas de tecnologia segue forte desde o começo da disputa comercial entre os EUA e a China. Ontem, dia 18/08, o presidente da Apple, Tim Cook, conversou pessoalmente com o presidente Donald Trump. E o alertou para o impacto no negócio da companhia norte-americana e a disputa com a sul-coreana Samsung pela liderança mundial de smartphones.

De acordo com a Agência Reuters, Donald Trump disse que Cook “apresentou um bom argumento” de que as tarifas poderiam prejudicar a Apple, já que os produtos da Samsung não estariam sujeitos a essas mesmas tarifas. As tarifas sobre um valor adicional de 300 bilhões de dólares em produtos chineses, incluindo eletrônicos de consumo, devem entrar em vigor em duas etapas, em 1º de setembro e 15 de dezembro.

A decisão de adiar a proibição à Huawei também esstá ligada a um fato relevante: a inclusão da fabricante chinesa na lista negra poderia causar sérios problemas aos moradores norte-americanos nas regiões rurais, atendidos por operadoras que usam exclusivamente equipamentos da Huawei.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

02/06/2020
Verizon e AT&T admitem que venderiam 5G fixo que 'nem água' por conta da Covid-19

01/06/2020
CPQD se filia à consórcio de inovação aberta para o 5G

27/05/2020
Cisco: 'Sempre estivemos e estamos no jogo do 5G"

27/05/2020
Coronavírus atrasa entrega de telefones 5G e impacta venda global de celulares

22/05/2020
Anatel: Parabólicas comprometem porta de entrada do 5G no Brasil

21/05/2020
Huawei tem novo CEO para conduzir negócios no Brasil

21/05/2020
Anatel confirma que filtros não resolvem interferência do 5G nas parabólicas

18/05/2020
Huawei sobe o tom e diz que governo dos EUA é arbitrário

15/05/2020
EUA restringem vendas de chips para Huawei

14/05/2020
Ericsson: Compartilhamento de espectro permite 5G às teles antes do leilão

Destaques
Destaques

Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

TIM e Claro se posicionam claramente contra a realização do leilão ainda em 2020. A Vivo se mostra mais cautelosa, mas admite que está tudo muito nebuloso por conta da economia e da pandemia de Covid-19. Todas asseguram que o momento ainda é de muito investimento no 4G e no 4,5G.

Operadoras pedem que edital do 5G traga compromissos na nova tecnologia

Mas Anatel lembra que reduzir preço das frequências para exigir investimentos que o mercado já faria naturalmente não faz sentido na licitação. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Para além da guerra da saúde pública, não adiem o leilão do 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

O setor de telecomunicações tem suportado a sobrecarga derivada da pandemia de Covid-19. Mas, reforcem essas redes com tecnologia mais avançada para prover serviços de baixa latência. Dessa forma, não se postergue o leilão das redes ditas de quinta geração (5G) e atenção à segurança cibernética.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site