Convergência Digital - Home

Ataques cibernéticos e IA levam VMware a comprar Carbon Black

Convergência Digital
Convergência Digital* - 29/08/2019

A VMware foi às compras e anunciou a aquisição da Carbon Black em uma transação de US$ 26 por ação, representando um valor de US$ 2,1 bilhões. Após o fechamento do acordo, a VMware poderá fornecer uma nuvem de segurança para a proteção das cargas de trabalho e os clientes corporativos por meio de big data, análise comportamental e inteligência artificial.

A Carbon Black conta com mais de 5.600 clientes e 500 parceiros em todo o mundo. A plataforma de segurança nativa na nuvem da empresa aproveita a análise de dados e de comportamentos para fornecer proteção abrangente aos terminais até mesmo contra os ataques cibernéticos mais avançados. A combinação das soluções da Carbon Black com as ofertas de segurança da VMware, incluindo AppDefense, Workspace ONE, NSX e SecureState, criará uma plataforma moderna de nuvem de segurança para qualquer aplicação, sendo executada em qualquer nuvem e em qualquer dispositivo. Essa junção fornecerá aos clientes detecção avançada de ameaças e uma análise aprofundada sobre o comportamento das aplicações, impedindo ataques sofisticados e acelerando as respostas.

A distribuição e o alcance empresarial da VMware e da Dell acelerarão ainda mais a adoção de Carbon Black nas empresas, tanto por meio da venda direta quanto por meio de parceiros, incluindo os principais players de serviços gerenciados de segurança, parceiros e integradores de sistemas.

"O setor de segurança está quebrado e ineficaz com muitas soluções fragmentadas e sem uma arquitetura de plataforma coesa. Ao trazer o Carbon Black para a família VMware, estamos dando um enorme passo à frente em segurança e fornecendo uma plataforma de nível corporativo para administrar e proteger cargas de trabalho, aplicações e redes", disse Pat Gelsinger, CEO da VMware.

Detalhes da transação

Sob os termos da transação, que é estruturada mediante uma contrapartida em dinheiro, os acionistas da Carbon Black que licitarem (e não retirarem adequadamente) suas ações na empresa, receberão US$ 26 por ação, representando um valor de US$ 2,1 bilhões. Espera-se que a transação seja financiada por meio de dinheiro no balanço patrimonial e pelo acesso à capacidade de contração de empréstimos de curto prazo. O fechamento da transação está previsto para a segunda metade do ano fiscal 2020 da VMware, que se encerra em 31 de janeiro de 2020, e está sujeito às condições habituais, incluindo a aquisição pela VMware da maior parte das ações da Carbon Black e a expiração ou rescisão do período de espera exigido sob o Ato de Melhorias Antitruste Hart-Scott-Rodino, de 1976, conforme alterado, entre outros.


Destaques
Destaques

Banco Central afrouxa regras de contratação de serviços na nuvem pelos bancos

A partir de agora, os contratos de serviços na nuvem não precisam mais de autorização prévia, a não ser nos casos em que houver armazenamento de dados fora do Brasil em países sem convênio entre autoridades monetárias. 

Rio de Janeiro terá licitação de nuvem para dados abertos do Governo

Processo está sendo conduzido pelo Ministério Público do Rio de Janeiro e ganhou 'musculatura' com a adesão do governo do Estado, revela o procurador geral da Justiça, José Eduardo Gussem.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

As lições do buraco negro e da análise de dados às empresas

Por Paulo Watanave*

O fato é que por trás das aplicações e sistemas usados nas operações já existe um grande e variado conjunto de insights e algoritmos que podem ser usados para gerar valor real às organizações e para as pessoas de um modo geral. Estima-se que menos de 10% das companhias em todo o mundo tenham estratégias bem definidas para a utilização dos recursos digitais e das informações.

Edge Computing para acelerar os negócios das empresas brasileiras

Por Henrique Cecci*

O que é, afinal, Edge Computing? Trata-se da aplicação de soluções que facilitam o processamento de dados diretamente na fonte de geração de dados. No contexto da Internet das Coisas (IoT), por exemplo, as fontes de geração de dados geralmente são "coisas" com sensores ou dispositivos incorporados.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site