Home - Convergência Digital

Empresa desenvolve algoritmo que seleciona candidatos a emprego

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 20/05/2019

Um algoritmo desenvolvido no Brasil pela startup Rocketmat promete um novo modelo de Inteligência Artificial na seleção de candidatos a emprego. Entre as inovações, o sistema não depende de combinações entre as centenas de currículos enviados e as exigências para a vaga, que são muitas vezes subjetivas.
 
 O algoritmo, chamado Matthew, foi criado para compreender a dinâmica da organização, vasculhando o banco de dados da empresa atrás das características comuns de todos os colaboradores com elevado grau de performance, atuais ou que já passaram pela empresa que busca novos profissionais. O algoritmo elenca em questão de segundos as competências necessárias para o cargo, juntando traços de comportamento, capacidades técnicas e habilidades cognitivas dentro do grupo de indivíduos se destaca naquela função.

A partir das características começa a segunda etapa do processo, comparando as habilidades detectadas pela Inteligência Artificial às informações descritas por candidatos e candidatas na pilha de currículos que chegaram ao RH. Nenhum dos currículos é descartado sumariamente por algum filtro subjetivo.
 
Além de evitar o desperdício de talentos, o algoritmo está programado para chegar a um ponto de equilíbrio entre as boas e más qualidades do grupo de funcionários com alta performance, dentro da premissa de que somos todos humanos, sujeitos a erros e em constante evolução. Ele está programado para não considerar filtros que possam gerar critério discriminatório, como idade, gênero, etnia, instituição de ensino, local da moradia.
 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

07/06/2019
Vai à sanção lei que cria Carteira de Trabalho eletrônica

06/06/2019
Empresas de TI de Santa Catarina estão com mais de 700 vagas

05/06/2019
Grupo DB1 abre 80 vagas para home office

05/06/2019
Inteligência Artificial e algoritmos: a base de um currículo perfeito

03/06/2019
Equipe brasileira brilha em competição de Inteligência Artificial nos EUA, mas precisa de dinheiro para disputar a grande final

30/05/2019
Mesmo após quatro altas, emprego na indústria eletrônica é menor que 2018

30/05/2019
Governo cria chatbots para reduzir R$ 3 milhões por ano com call center

29/05/2019
Integradora de TI tem 31 vagas de TI abertas

29/05/2019
Em 10 anos, faturamento e empregos em TI no Brasil crescem mais de 70%

29/05/2019
Caixa-preta da Inteligência Artificial retarda integração com a ciência de dados

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O futuro do trabalho colocado à prova

Por Luiz Camargo*

Novas profissões exigem também novas habilidades para acompanhar a revolução digital. Os novos empregos certamente irão demandar habilidades analíticas, matemáticas e digitais, com um toque de neurociência.

Destaques
Destaques

Falta de mão de obra qualificada espanta investidores no Brasil

Mais de 50% dos jovens brasileiros podem ficar fora do mercado de trabalho por falta de qualificação e de habilidades digitais. A advertência foi feita por especialistas que debateram sobre educação e capacitação digital no Painel Telebrasil 2019.

Assespro é contra a regulamentação da profissão de TICs

Entidade das empresas de TI se posiciona contrária ao PLS 317/17. que passa a exigir diploma de profissões como Analista de Sistemas, desenvolvedor, engenheiro de sistemas, analistas de redes, administrador de banco de ados, suporte e profissões correlatas.

Mais de meio milhão de brasileiros trabalham com TICs

Raio-X do mercado de trabalho nos últimos 10 anos, feito pela Softex, mostra que o salário médio de R$ 6 mil.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site