NEGÓCIOS

Hi Platform comprou a SamChat e movimenta mercado de chatbots no Brasil

Da redação ... 27/05/2019 ... Convergência Digital

A Hi Platform, empresa do mercado de plataforma de relacionamento com o consumidor, anunciou a compra da SamChat, empresa desenvolvedora de chat online para o atendimento ao cliente. Os valores da transação não foram revelados. A aquisição faz parte da estratégia de comandar o mercado digital de atendimento nos próximos anos.

Com a aquisição, a expectativa é aumentar o faturamento em R$ 1 milhão nos próximos dois anos – dos atuais R$ 30 milhões, considerando apenas o segmento de lojas online. Além disso, a companhia planeja ter um salto de mais de 40% na carteira de clientes do setor, e deve incorporar em seu portfólio empresas como Brascol, Marabraz, Mabel, Seculus, Mondaine, entre outras. Segundo o CEO da Hi Platform, Marcelo Pugliesi, na migração das lojas online serão aprimorados não só o atendimento para as vendas no setor, mas também a maneira como os e-commerces respondem às demandas de consumidores.

“Estamos ampliando nossa presença no e-commerce nacional, com uma plataforma completa para que a jornada do cliente seja integrada de ponta a ponta em todos os canais de atendimento. A transformação digital já está acontecendo no setor, e as grandes lojas virtuais já estão se reformulando para atender às novas necessidades de comportamento do consumidor brasileiro”, declara o executivo, que registra uma redução média de 50% de atendimentos por telefone e e-mail, com a incorporação dos assistentes virtuais, em empresas do mesmo segmento.

A Hi Platform possui atualmente 900 clientes, para os quais desenvolve canais de atendimento como chatbot, chat online, gerenciadores de e-mail e pendências, plataforma de social media. Para 2019, a expectativa da empresa é um faturamento de R$ 47 milhões, um aumento de 35% com relação ao último ano.


Cloud Computing
Com Open Source, TI reforça o adeus às soluções proprietárias

Pesquisa da Red Hat mostra que, em 2019, apenas 42% das empresas usavam software proprietário e a projeção é que esse percentual caia para quase 30% nos próximos dois anos. O Open Source empresarial é mais usado em segurança (52%), nas ferramentas de gestão de cloud (51%) e nos bancos de dados (49%).

ASC Brazil vende 20% do seu capital para a Algar Tech

Objetivo da transação é amplliar a atuação da companhia no mercado de relacionamento digital. A Algar Tech, é a empresa de serviços de TI da Algar Telecom.

Xerox aumenta oferta para US$ 35 bilhões e parte para cima dos acionistas da HP

Fabricante de PCs não se mostrou seduzida pela nova oferta, e os acionistas da Xerox,agora, tentam superar a resistência 'conquistando' os acionistas da empresa.

Decisão dos EUA prejudica até um terço das exportações de eletroeletrônicos do Brasil

Abinee pede para o governo negociar a revisão da medida americana, que retirou o Brasil da relação de países sconsiderados em desenvolvimento. Mas Governo Bolsonaro saiu em defesa da medida tomada pelo governo Trump.

Alta do dólar fez venda de impressoras cair no Brasil

No terceiro semestre de 2019, as vendas caíram 3,3% no País, afirma a IDC. A digitalização dos negócios gerou impacto nas vendas na América Latina.


3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018 - Cobertura Especial Convergência Digital
Brasscom lança manifesto para construir um Brasil Digital e Conectado

Entidade quer a colaboração da sociedade e de entidades de TI ou não para entregar um documento aos presidenciáveis. "Tecnologia precisa ser prioridade nacional", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Veja a cobertura da 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G