GESTÃO

Governo cria chatbots para reduzir R$ 3 milhões por ano com call center

Luís Osvaldo Grossmann ... 30/05/2019 ... Convergência Digital

Depois de lançar, em março deste ano, a LIA, uma assistente virtual para conversa e interação online sobre compras públicas (Comprasnet), a secretaria de gestão do Ministério da Economia apresenta agora ISIS, um chatbot voltado a tirar as principais dúvidas a respeito do sistema federal de convênios e contratos de repasse (Siconv, agora Plataforma + Brasil).

Ambas se valem de inteligência artificial para responder, por meio de aplicativo de mensagens, as questões mais comuns sobre seus respectivos ambientes. A ISIS, que começou a rodar há uma semana como assistente da plataforma + Brasil, já consegue responder a perguntas sobre senhas, contas, regras e leis, cadastros e ordens bancárias. Mas como se trata de um sistema de aprendizado de máquina, o próprio uso vai aprimorando a ferramenta.

“Essas ferramentas vêm facilitar o atendimento aos usuários de duas plataformas, na Siasg/Comprasnet, onde são efetuadas licitações e contratações do governo federal temos uma média de 12 mil atendimentos por mês; e no sistema de transferências da União, agora plataforma + Brasil, onde são 6 mil atendimentos por mês de servidores, em estados e municípios, que recebem essas doações e precisam tirar dúvidas tanto sobre a parte da legislação quanto de operação dos próprios sistemas”, explica o secretário de gestão Cristiano Heckert.

Ele destaca que além da conveniência de poder responder a questionamentos a qualquer dia e qualquer hora, as ferramentas terão impacto direto na economia com atendimento – além de aprenderem mais à medida que são apresentados mais questionamentos e se tornando capazes de solucionar mais problemas sem a necessidade de uma intervenção humana.

“Temos uma central de atendimento que atende esses usuários, mas com a introdução da inteligência artificial via chatbots, a gente traz mais conveniência, porque a ferramenta está disponível 7 dias por semana, 24 horas por dia, e também reduzimos nosso custo, que é pago por atendimento feito. Estimamos uma redução de pelo menos R$ 1,5 milhão em cada um dessas plataformas por ano à medida que os atendimentos migrando para o assistente virtual”, completa Heckert.


Paraná adota Inteligência Artificial em serviços ao cidadão

Os serviços desenvolvidos pela Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar)são as ferramentas eleitas pelo Governo do Estado para ampliar a digitalização dos serviços, revela André Telles, assessor especial de Gestão Inteligente e Inovação.

Plataforma consumidor.gov.br atinge a marca de 2 milhões de registros

No ano passado, o índice médio de solução de conflito foi de 81%.  Projeto completa cinco anos e envolve a Secretarian Nacional do Consumidor, do Ministério da Justiça e o Tribunal de Justiça de São Paulo.

Projeto de Lei quer enquadrar apps como 99 e Uber no Código do Consumidor

Hoje, diz o autor do PL, deputado Sérgio Vidigal (PDT/ES), o atendimento desses aplicativos é insatisfatório e viola as normas existentes de defesa do consumidor. Uma das medidas impostas é a obrigação de ter um SAC por telefone, funcionando 24 horas.

INPI promete reduzir prazo para registro de chips de 70 para 7 dias

Sistema batizado ‘e-Chip’ permitirá a solicitação online no caso de topografias de circuitos integrados. Plano de digitalização dos serviços também prevê que o Instituto vai aceitar pagamento por cartão, no lugar da GRU. 




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G