Convergência Digital - Home

Microsoft, pressionada pela Europa, atualiza cláusulas de privacidade em contratos de nuvem

Convergência Digital
Convergência Digital* - 18/11/2019

A Microsoft anunciou nesta segunda-feira, 18/11, que está atualizando as cláusulas de privacidade de seus contratos comerciais de computação em nuvem após os reguladores europeus descobrirem que seus acordos com instituições da União Europeia não protegiam os dados de acordo com a legislação da UE. 

O órgão de vigilância de dados da UE iniciou uma investigação em abril para avaliar se os contratos da Microsoft com a Comissão Europeia e outras instituições da UE cumpriam as regras de proteção de dados. 

Em comunicado divulgado em seu site sobre a questão, a Microsoft afirmou: “Aumentaremos nossas responsabilidades de proteção de dados para um subconjunto de processamento em que a Microsoft se envolve quando prestamos serviços corporativos”. 

A empresa, o único grande fornecedor de nuvem a oferecer esses termos no Espaço Econômico Europeu e além, espera oferecer as novas cláusulas para o setor público e clientes corporativos no início de 2020. 

* Com informações da Reuters


Destaques
Destaques

Demanda por cientista de dados eleva salários para até R$ 12 mil

Segundo levantamento da plataforma de recrutamento trampos.co, média é de R$ 5,5 mil a R$ 8 mil, mas os salários são maiores em grandes empresas e multinacionais.

IDC: mercado de nuvem pública vai chegar a R$ 15 bilhões em 2020

Mercado de TI brasileiro vai crescer 5,8% impulsioando pelos negócios de clóud computing e pela aceleração do mercado de software. Nuvem privada tem a preferência das grandes empresas e fica com até 25% do orçamento destinado à TI.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Como gerenciar o caos da estratégia multicloud

Por Ivan Marzariolli*

Os gestores precisam de uma solução para atenuar os riscos de uma arquitetura multicloud e desafios operacionais, o que pode inclusive melhorar o compliance, a precisão e as necessidades de DevOps e SecOps, reduzindo o estresse na equipe de TI.

Segurança em nuvem na era da LGPD

Por Raul Leite*

Quando falamos de proteção da nuvem, as organizações devem ter em mente uma série de estratégias. A começar pela escolha minuciosa do provedor de serviços, que precisa estar preparado para os novos compromissos de privacidade. Também é necessário certificar se o armazenamento dos dados é feito de modo criptografado quando necessário pelo nível de sigilo da categorização de um dado.



Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site