TELECOM

Anatel defende aprovação de lei de antenas, parada na Câmara de São Paulo

Convergência Digital* ... 26/03/2019 ... Convergência Digital

O presidente da Anatel, Leonardo de Morais, esteve na capital paulista nesta segunda-feira, 25/3, e reuniu-se com o presidente da Câmara de Vereadores de São Paulo, Eduardo Tuma, e com os vereadores Claudinho de Souza, Adilson Amadeu e Paulo Reis.

Na agenda, o Projeto de Lei nº 751/2013, mais conhecido como Lei das Antenas paulista, que tramita no Legislativo municipal. Segundo a Anatel “a perspectiva abordada foi a da importância do alinhamento entre os diversos entes políticos para a ampliação da infraestrutura, com a consequente melhoria na qualidade e na cobertura dos serviços de telecomunicações”.

Participaram do encontro o Secretário de Indústria, Comércio e Inovação do Ministério da Economia, Caio Megale, e o Secretário Municipal de Inovação e Tecnologia, Daniel Annenberg. Pela Anatel, também os chefes do Gabinete da Presidência, Ronaldo Moura, e da Assessoria Técnica, Humberto Pontes.

Há mais de dois anos sem emitir licença, São Paulo sofre com problemas de cobertura na telefonia móvel. Mas a proposta que ganhou um substitutivo há mais de um ano ainda aguarda para ser votada pelos vereadores. Em foco, a atualização da legislação vigente, que é de 2004.

Nas contas das operadoras, pelo menos R$ 600 milhões em investimentos estão disponíveis para a instalação de 1.200 novas antenas de celular. E ainda há outros 700 pedidos de licenças que já haviam sido apresentados anteriormente, ainda sem deliberação pela prefeitura.


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Consumidores reclamam de proposta da Anatel que reduz conselho de usuários

Idec e Coalizão Direitos na Rede apontam que novo regulamento do Cdust prevê apenas um conselho nacional por operadora, no lugar dos 30 regionais atuais. E que agência suspendeu eleição com 300 mil votos. 

Projeto que torna roaming obrigatório passa na CCT da Câmara

Medida, que na prática já é prevista em leilões de espectro, vale somente para Vivo, Claro, Tim e Oi. 

STF nega recurso e TIM vai pagar multa de R$ 1 milhão por “Ilimitado” e “Liberty”

Em ação iniciada ainda em 2012, Ministério Público do DF reclamou de publicidade enganosa e restrições unilaterais nos contratos. Em nota, TIM “reitera o compromisso com a transparência das suas ofertas de planos e serviços”. 

Bolsonaro: Nova Lei de Telecom é uma oportunidade ímpar de mudar o Brasil

Governo realizou uma solenidade no Palácio do Planalto para marcar a sanção do novo marco legal. Ministro Marcos Pontes e representantes do setor participaram da cerimônia.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G