Home - Convergência Digital

Centro de Inovação abre 100 vagas com jornada flexível e home office

Convergência Digital* - 09/09/2019

O CESAR, maior centro de inovação do país, sediado em Recife, está com mais de 100 vagas abertas em tecnologia. Os candidatos, contudo, não precisam morar na capital pernambucana, pois o trabalho envolve jornada flexível e homeoffice, além de outros benefícios.

A empresa busca desenvolvedores de sistemas em todos os níveis para os cargos como engenharia de testes, de software e UX designer. Os candidatos devem possuir graduação superior em Ciência da Computação, Engenharia da computação, Sistemas de Informação e áreas afins.

Entre os principais benefícios oferecidos pelo CESAR destacam-se seguro de vida, modalidades esportivas in company, incentivo a idiomas, plano de saúde, odontológico, vale alimentação e auxílio creche. O salário é compatível com o mercado e varia de acordo com o nível e o cargo a ser ocupado.

"O CESAR, há mais de 20 anos, usa design e tecnologia para transformar as vidas de pessoas e organizações. Resolvemos problemas complexos e desafiadores, em um ambiente de trabalho descontraído, descentralizado e repleto de benefícios para nossos colaboradores", afirma Andrea Queiroz, gerente de Gente e Gestão.

Os profissionais terão acesso fácil a cursos inovadores e em linha com as novas demandas do mercado de tecnologia, por meio da CESAR School, instituição de ensino administrada pelo CESAR. "As oportunidades de aprendizado dentro da empresa e também na nossa escola de inovação são imensas para quem busca crescimento e desenvolvimento profissional de forma contínua", complementa Andrea. As inscrições podem ser feitas aqui:  https://vagas.cesar.org.br/

Na contramão do mercado

Dados da OCDE apontam que o Brasil é um dos países que menos forma profissionais na área de tecnologia, engenharia e matemática. Apenas 17% das matrículas nas universidades brasileiras são em cursos do segmento – o que coloca o país atrás até de outras economias em desenvolvimento, como China (40%) e Índia (35%).

Na contramão, somos um dos países que mais consomem tecnologia. Dois em cada três brasileiros têm acesso à Internet, mais do que a média mundial. Além disso, gastamos mais tempo na internet até do que os americanos (9,1 horas contra 6,3 horas, respectivamente).

O mercado de TI, que corresponde a 7% do PIB, demandará 420 mil novos empregos entre 2018 e 2024, segundo relatório da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom). A falta de profissionais formados na área, contudo, dificulta o preenchimento das vagas. Em um país com mais de 13 milhões de desempregados, sobram postos em TI em aberto.

 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

16/09/2020
ACSoftware oferece 10 bolsas para capacitação profissional na Trilha DevOps da Jornada Learning

15/09/2020
Dell e IOS abrem cursos gratuitos para jovens e pessoas com deficiência em Campinas, RJ e Porto Alegre

14/09/2020
Estação Hack do Facebook abre 19 mil vagas gratuitas para curso de empregabilidade e inovação

10/09/2020
Meta oferece 350 vagas para TI. 21 delas para fora do Brasil

08/09/2020
CESAR School de Manaus abre inscrições para pós-graduação em Testes Ágeis

04/09/2020
Um em cada cinco servidores públicos será substituído por robô no Brasil

31/08/2020
CESAR abre inscrições para capacitação a distância em TI

24/08/2020
Contratações de pessoal cresceram 34% em julho

21/08/2020
SAP investe R$ 7 milhões em certificações gratuitas para jovens em TI

10/08/2020
Cursos de IoT e de computação em nuvem chegam à HSM University Code School

Cientista de dados: seja investigativo, analítico e curioso

Não há um perfil delimitado para o cientista de dados, o que significa que ele pode ser um 'profissional mais rodado e experiente' ou uim jovem recém-saído das universidades. Mas há um ponto essencial: a multidisciplinaridade, aponta o professor e especialista em ciência de dados do Instituto de Gestão e Tecnologia da Informação (IGTI), João Carlos Barbosa.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Seis dicas para formar uma equipe de trabalho resiliente

or Craig Mackereth*

Formar uma equipe ou força de trabalho resiliente não é tarefa que se execute da noite para o dia. Tampouco é possível tornar uma equipe verdadeiramente resiliente se isso ainda não estiver integrado ao DNA da empresa.

Destaques
Destaques

Um em cada cinco servidores públicos será substituído por robô no Brasil

A Escola Nacional de Administração Pública estima que, por conta da Transformação Digital, a automação deverá substituir cerca de 100 mil postos de trabalho no Serviço Público Federal nos próximos cinco a 10 anos, sendo que a metade deles terá menos de 50 anos.

Acordo trabalhista em Goiás será pago em Bitcoins

Em conciliação realizada pelo TRT de Goiás, empresa de mineração aceitou o pagamento no valor de R$350 mil convertidos na moeda eletrônica. 

Teletrabalho: Novo PL quer acordo prévio para custos com Internet e PCs

Iniciativa também não permite que o tempo de uso dos aplicativos, como o WhatsApp, fora da jornada normal, seja um regime de prontidão. Projeto tem regras distintas da IN 65 do Governo Bolsonaro para os servidores públicos.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site