Home - Convergência Digital

Gamificação certifica colaboradores de empresa de cloud

Convergência Digital - 03/10/2019

Desenvolver e capacitar profissionais internos é uma forma das empresas se manterem competitivas, com times engajados e focados nos clientes. Pensando nisso, a Mandic Cloud Solutions, ​​especializada em serviços profissionais em cloud, investiu na Mandic Universidade Corporativa (MUC), com o objetivo de aperfeiçoar as competências técnicas, comportamentais e de negócios de seus colaboradores. A empresa acaba de lançar uma trilha de formação profissional, chamada Satori, um treinamento em formato gamification que certifica o colaborador em diversas áreas, entre elas, agilidade, monitoramento, rede de segurança, containers e Serverless.

A trilha, que faz uma alusão às artes marciais, começa na faixa branca e vai até a vermelha, seguindo a escala jiu-jitsu. Cada etapa é representada por um Dojô - local onde se treina artes marciais japonesas - e a medida que o trabalhador passa pelos capítulos é possível acumular Yattapoints (pontos virtuais) que podem ser convertidos em prêmios como um day-off, por exemplo.

Para Vanessa Haba, diretora de Pessoas da Mandic Cloud "unir a realidade colaborativa com metodologias ágeis, já é uma prática em grandes empresas. O desafio é aprimorar cada vez mais os programas que investem em treinamento interno, e incluir conteúdos que atendam não só as áreas técnicas, mas também outros departamentos".

Para iniciar sua jornada de desenvolvimento é necessário que o colaborador percorra a faixa branca, composta por seis cursos que servirão de nivelamento. Dentre os temas que fazem parte dos cursos, introdução à linguagem de programação python e cloud computing, são alguns."Dessa forma, conseguimos desenvolvê-lo em sua área de atuação, porém, issonão impede que o colaborador se desenvolva em outro dojô que tiver interesse", afirma Haba.

Concluído os cursos da faixa branca, o colaborador poderá ingressar no Satori escolhendo um dojô para treinar, importante que essa escolha esteja acordada com o gestor da área. A trilha Satori é composta por 7 faixas a serem percorridas, e cada faixa possui alguns desafios, provas e conteúdos elaborados pelos próprios especialistas da companhia.

Para a diretora de Pessoas, a plataforma recente já obteve aceitação entre os colaboradores. "Temos sessenta faixas brancas. Para a nossa surpresa, até os que não são de áreas técnicas estão empolgados com a iniciativa e, pelo formato didático e lúdico, conseguem absorver os conteúdos sem nenhuma restrição", explica.

Cerca de 260 colaboradores já navegam na plataforma da MUC. Desde abril foram registradas 572 horas em cursos onlines e presenciais, e em maio e junho já passaram de mais de 8 mil horas apenas nos cursos onlines. Pela trilha Satori, 67 especialistas já se formaram. A empresa prevê o lançamento de mais quatro trilhas até o final do ano. .

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

23/10/2020
Salários em alta na TI. Cientista de dados pode chegar a R$ 26 mil

22/10/2020
BriviaDez lança programa gratuito de formação para cientista de dados

20/10/2020
Microsoft promete 5,5 milhões de vagas em cursos TI em plataforma suspensa pelo governo Bolsonaro

07/10/2020
USP abre vagas para mestrado em Ciências de Computação

16/09/2020
ACSoftware oferece 10 bolsas para capacitação profissional na Trilha DevOps da Jornada Learning

15/09/2020
Dell e IOS abrem cursos gratuitos para jovens e pessoas com deficiência em Campinas, RJ e Porto Alegre

14/09/2020
Estação Hack do Facebook abre 19 mil vagas gratuitas para curso de empregabilidade e inovação

10/09/2020
Meta oferece 350 vagas para TI. 21 delas para fora do Brasil

08/09/2020
CESAR School de Manaus abre inscrições para pós-graduação em Testes Ágeis

04/09/2020
Um em cada cinco servidores públicos será substituído por robô no Brasil

Desafio nacional: identificar os dados efetivamente valiosos ao negócio

Pesquisa da IDC mostra que quase a metade companhias pesquisadas no Brasil admitiu ter dificuldade para encontrar talentos e recursos responsáveis pelas análises das informações.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Futuro sem aposentadoria – qual a saída?

Por luis Macedo*

O futuro financeiro nunca foi tão incerto. A aposentadoria "oficial", pelo INSS, fica cada vez mais distante para muitas pessoas, especialmente porque o mundo do trabalho mudou. Uma alternativa para uma parcela significativa da população que não tem carteira assinada são os fundos de previdência. O problema, no entanto, é a infinidade de fundos que existem.

Destaques
Destaques

Certificação é critério de seleção para encarregado de dados

Ainda que a LGPD não exija qualificação específica, o mercado busca profissionais com conhecimento na área. Formação pode custar até R$ 6 mil, observou Mariana Blanes, advogada e sócia do Martinelli Advogados, ao participar do CD em Pauta.

Teletrabalho: sem regulamentação, sem direitos, sem deveres, sem regras

Depois da nota técnica do MPT alertando para o direito à desconexão, Congresso tenta acelerar a votação dos PLs que tratam do tema, entre eles o PL 3915/20. O tema é complexo. IN 65, do governo federal, repassa os custos com tecnologia para os servidores no home office.

Ministério Público: Teletrabalho exige direito à desconexão

Ministério Público do Trabalho elaborou uma nota técnica direcionada para as “empresas, sindicatos e órgãos da administração pública”.  Na orientação, sugere a adoção de etiqueta digital para orientação de patrões e empregados.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site