Home - Convergência Digital

SPC Brasil realiza bootcamp para tratar da LGPD

Convergência Digital* - 12/09/2019

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), nova legislação que passa a valer em agosto do ano que vem e regula o tratamento de informações pessoais no Brasil, será tema do 1º Bootcamp promovido pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em parceria com a escola de negócios FIAP e a empresa de inteligência competitiva, Intelligence Hub.

O encontro será realizado no próximo sábado, dia 14/9, na FIAP em São Paulo, e contará com a participação de aproximadamente 100 alunos de pós-graduação em Business Intelligence e Analytics. O bootcamp é um programa de ensino imersivo e de troca de experiências, em que os participantes são desafiados a desenvolver em grupos soluções sobre uma determinada área de conhecimento. No encontro deste sábado, os alunos terão de criar soluções práticas para uma boa governança de dados por parte das empresas tendo em vista riscos e oportunidades com a entrada em vigor da LGPD.

"A expectativa é de que as ideias mais bem avaliadas pela banca julgadora recebam mentoria do nosso laboratório de inovação para ganharem viabilidade prática", antecipa o superintendente de inovação do SPC Brasil, Magno Lima. Como empresas de todos os portes e segmentos terão de se adequar à Lei Geral de Proteção de Dados, o gerenciamento do ciclo de vida dos dados dentro das estruturas internas das empresas ganha importância neste momento.

Também participarão do bootcamp outros especialistas como Roberto Uchida, professor de inovação aberta, Ricardo Giorgi, expert em cybersecurity e Renata Filippos, advogada e especialista em lei Geração de Proteção de Dados.

Serviço:
Bootcamp SPC Brasil, Intelligence Hub e FIAP – Desafio Corporativo para Lei Geral de Proteção de Dadis
Quando: 14/09
Horário: a partir das 9h
Onde: FIAP Vila Olímpia
Endereço: Rua Fidêncio Ramos, 308 – Torre A7 – São Paulo
Jornalistas interessados em cobrir o evento devem se credenciar pelo e-mail imprensa@spcbrasil.org.br ou pelo telefone 11 3254 8810

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

18/09/2020
Um cavalo de tróia na LGPD

18/09/2020
LGPD entra em vigor, mas governo não estrutura a Autoridade de Dados

10/09/2020
LGPD se aprende na sala de aula

04/09/2020
Empresas estão longe de priorizar a LGPD, adverte a EY

03/09/2020
Receita: Por LGPD, dados da NF-e só serão acessados por terceiros com certificado digital

02/09/2020
LGPD: Serviços na nuvem assustam aos consumidores na proteção contra hackers

02/09/2020
Brasil é o maior País do mundo com uma Lei de Proteção de Dados, mas tem de correr com a Autoridade de Dados

02/09/2020
LGPD: treinamento da equipe desafia cronograma das empresas

01/09/2020
LGPD: quase 90% das empresas abandonam adequação e culpam a Covid-19

27/08/2020
ANPD nasce sob tutela da Casa Civil e com membros indicados por Bolsonaro

Cientista de dados: seja investigativo, analítico e curioso

Não há um perfil delimitado para o cientista de dados, o que significa que ele pode ser um 'profissional mais rodado e experiente' ou uim jovem recém-saído das universidades. Mas há um ponto essencial: a multidisciplinaridade, aponta o professor e especialista em ciência de dados do Instituto de Gestão e Tecnologia da Informação (IGTI), João Carlos Barbosa.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Seis dicas para formar uma equipe de trabalho resiliente

or Craig Mackereth*

Formar uma equipe ou força de trabalho resiliente não é tarefa que se execute da noite para o dia. Tampouco é possível tornar uma equipe verdadeiramente resiliente se isso ainda não estiver integrado ao DNA da empresa.

Destaques
Destaques

Um em cada cinco servidores públicos será substituído por robô no Brasil

A Escola Nacional de Administração Pública estima que, por conta da Transformação Digital, a automação deverá substituir cerca de 100 mil postos de trabalho no Serviço Público Federal nos próximos cinco a 10 anos, sendo que a metade deles terá menos de 50 anos.

Acordo trabalhista em Goiás será pago em Bitcoins

Em conciliação realizada pelo TRT de Goiás, empresa de mineração aceitou o pagamento no valor de R$350 mil convertidos na moeda eletrônica. 

Teletrabalho: Novo PL quer acordo prévio para custos com Internet e PCs

Iniciativa também não permite que o tempo de uso dos aplicativos, como o WhatsApp, fora da jornada normal, seja um regime de prontidão. Projeto tem regras distintas da IN 65 do Governo Bolsonaro para os servidores públicos.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site