SEGURANÇA

Apple promete US$ 1 milhão para quem detectar falhas no iPhone

Convergência Digital* ... 09/08/2019 ... Convergência Digital

A Apple está oferecendo a pesquisadores de segurança cibernética até US$ 1 milhão para detectar falhas no iPhone, a maior recompensa oferecida por uma empresa para se defender de hackers, em um momento de crescente preocupação sobre governos invadindo dispositivos móveis de dissidentes, jornalistas e defensores dos direitos humanos. 

Ao contrário de outras empresas de tecnologia, a Apple anteriormente oferecia recompensas apenas a pesquisadores convidados que tentavam encontrar falhas em seus telefones e em backups na nuvem. 

O prêmio de US$ 1 milhão se aplica apenas ao acesso remoto ao kernel do iPhone sem qualquer ação do usuário do telefone. A maior recompensa anterior da Apple foi de US$ 200 mil por relatórios sobre bugs que podem ser corrigidos com atualizações de software. 

A Apple está tomando outras medidas para facilitar a área de pesquisa, incluindo a oferta de um telefone modificado que possui algumas medidas de segurança desativadas.  Várias empresas privadas, como o NSO Group de Israel, vendem recursos de hacking para governos. 

Entre os principais componentes das violações estão os programas que aproveitam as falhas desconhecidas nos telefones, em seus softwares ou em aplicativos instalados.

* Com informações da Reuters


Consciência é a maior vacina contra os riscos cibernéticos

Em tempos de home office por conta do coronavírus, o gerente de segurança do CAIS/RNP, Edilson Lima, diz que cabe ao usuário redobrar seu cuidado. "Cada um tem de fazer sua parte", afirma.

Cibercrime usa Coronavírus para roubar dados pessoais no WhatsApp

Golpe oferece suposto kit gratuito com máscara e álcool gel - a ser dado pelo Governo Federal - para atrair as pessoas mais nervosas em relação à pandemia.

RNP terá programa para formar profissionais em Segurança Cibernética

O diretor da área na Rede Nacional de Pesquisa, Emilio Nakamura, assegura que a intenção é 'acelerar a formação de novos profissionais não apenas na Academia, mas também na inovação aberta'.

GSI: Educar o cidadão é o pilar da estratégia de segurança cibernética

Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República troca de marca - sai o cadeado e entra uma chave - para mostrar ao brasileiro que ações próativas são essenciais. "Não podemos atuar apenas como bombeiros nos ataques cibernéticos", afirma Ulisses Peixoto.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G