Home - Convergência Digital

Aplicativos da Caixa para auxílio emergencial somam 187 milhões de downloads

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo - 22/05/2020

Os aplicativos da Caixa desenvolvidos para o Auxílio Emergencial - o de inscrições e o Caixa Tem - somam 187 milhões de downloads até esta sexta-feira, 22/05, segundo dados apresentados pela instituição financeira em coletiva virtual. A Caixa disse ainda que foram feitas 15 atualizações dos aplicativos num prazo de 20 dias para responder as reclamações do cidadão.

O vice-presidente de TI da Caixa, Claudio Selituro, revelou ainda que o cartão virtual -criado para quem não tem conta na Caixa ou em outro banco - começa a ser usado de forma efetiva no mercado. E um dado interessante: na apresentação, a Caixa se autodenomina 'uma fintech do tamanho do Brasil', por conta das 42 milhões de contas digitais e tem uma projeção de passar de 50 milhões de clientes digitais.

O cartão virtual - criado para atender quem não tem conta bancária - está ganhando fôlego. "Chegamos a 347,1 mil transações e houve um forte incremento nos últimos dias quando o mercado passou a aprovar o uso do cartão virtual para o pagamento de contas", disse. Para o VP de TI, o sucesso do cartão virtual mostra que o dinheiro vivo está com os dias contados e será, rapidamente, trocado pelo digital. "Acredito muito que o dinheiro vivo será cada vez menos usado", completou.



Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

22/05/2020
Aplicativos da Caixa para auxílio emergencial somam 187 milhões de downloads

21/05/2020
Governo reabre prazo para doações de PCs, notebook e tablets para teletrabalho

21/05/2020
Transformação digital obrigatória pela Covid-19 abriu vagas de empregos em TI

21/05/2020
Mais de 60 mil pessoas buscam cursos gratuitos online na pandemia em São Paulo

21/05/2020
C&A Brasil divide seu negócio em antes e depois da Covid-19

20/05/2020
Governos queriam acesso a mais dados de app de rastreamento da Apple e Google

20/05/2020
Microsoft muda serviço de nuvem para atender hospitais

19/05/2020
Assespro: Lei de apoio financeiro às PMEs é bem-vinda, mas ainda há a exigência de garantias

19/05/2020
5G Americas diz que Covid-19 reforça revisão das políticas de conectividade na América Latina

19/05/2020
CGI.br reforça pedido por cautela no uso dos dados na prevenção à Covid-19

Destaques
Destaques

Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

TIM e Claro se posicionam claramente contra a realização do leilão ainda em 2020. A Vivo se mostra mais cautelosa, mas admite que está tudo muito nebuloso por conta da economia e da pandemia de Covid-19. Todas asseguram que o momento ainda é de muito investimento no 4G e no 4,5G.

Operadoras pedem que edital do 5G traga compromissos na nova tecnologia

Mas Anatel lembra que reduzir preço das frequências para exigir investimentos que o mercado já faria naturalmente não faz sentido na licitação. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Para além da guerra da saúde pública, não adiem o leilão do 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

O setor de telecomunicações tem suportado a sobrecarga derivada da pandemia de Covid-19. Mas, reforcem essas redes com tecnologia mais avançada para prover serviços de baixa latência. Dessa forma, não se postergue o leilão das redes ditas de quinta geração (5G) e atenção à segurança cibernética.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site