NEGÓCIOS

Pegasystems chega ao Brasil para brigar pelo mercado de CRM e IA

Por Fernanda Ângelo e Pedro Costa ... 14/06/2019 ... Convergência Digital

Presente em 38 países, a Pegasystems, empresa norte-americana de soluções de CRM e digitalização, anunciou operações locais no Brasil. A empresa já atuava no País através de integradores desde 2015, quando assinou contratos com Bradesco Seguros e Oi. De lá para cá, ampliou a base de clientes, sempre através de parceiros globais, como Accenture, TCS e Capgemini, entre outros.

"Desde 2015, identificamos o potencial do mercado brasileiro. Agora, entendemos que era o momento de ampliar nossa presença no País", afirmou Robert Spencer, vice-presidente e general manager da Pegasystems. "O Brasil é o maior mercado da companhia na América Latina, onde também mantemos escritórios no México e Argentina", acrescentou o executivo. Atualmente, a Pegasystems conta com 12 funcionários em sua subsidiária brasileira, incluindo equipes comercial, técnica e de serviços profissionais. Na América Latina, são 25 colaboradores.

A empresa chega para disputar terreno com competidores como Salesforce, IBM e Oracle. "A diferença é que muitos desses players não têm as soluções integradas como nós temos. Além disso, nossos produtos rodam em uma plataforma única e funcionam tanto em cloud quanto on-premises, coisa que alguns concorrentes não oferecem", disse Roberta Cadastro, executiva de desenvolvimento de negócios da Pegasystems Brasil.

Dagoberto Freitas, executivo sênior de clientes da Pegasystems Brasil, acrescentou que os diferentes modelos de licenciamento (on-premises ou cloud) e a opção dada ao cliente para escolher entre contratar a nuvem da própria Pegasystems (parceira AWS), utilizar a própria cloud ou uma infraestrutura híbrida também são diferenciais de negócios. Numa primeira etapa, a empresa vai centrar nas verticais de telecomunicações, finanças e seguros.

De acordo com ele, a Pegasystems Brasil continuará comercializando os produtos através do canal de integradores, mas também se organiza para fazê-lo diretamente. Em outra frente, já conversa com parceiros locais, especializados em nichos de mercado, para reforçar a atuação no Brasil. "Estamos em conversação avançada com a BRQ", revelou.

Para marcar oficialmente a sua chegada ao País, a companhia participou do CIAB Febraban 2019, realizado esta semana, em São Paulo, onde lançou o Pega Infinity, um software corporativo que consolida as interações com clientes e promove automação de processos digitais internos. "A solução cobre toda a jornada de experiência do cliente, desde o atendimento na ponta até os processos que garantem a entrega do serviço", disse Roberta Cadastro.

A executiva explicou  que o software conecta a interação no relacionamento com clientes à automação de processos digitais realizados internamente, passando por ferramentas de inteligência artificial para suportar decisões de otimização de processos de negócios. À CDTV, do portal Convergência Digital, Dagoberto Freitas falou dos desafios e oportunidades do mercado brasileiro. Assistam.


Xerox aumenta oferta para US$ 35 bilhões e parte para cima dos acionistas da HP

Fabricante de PCs não se mostrou seduzida pela nova oferta, e os acionistas da Xerox,agora, tentam superar a resistência 'conquistando' os acionistas da empresa.

Fabricantes de PCs e celulares relatam falta de componentes para produzir no Brasil

Fabricantes informam que já há falta de insumos chineses por conta das ações para combater a epidemia Coronavírus. A China é a principal origem das importações de componentes do Brasil, totalizando US$ 7,5 bilhões em 2019.

Alta do dólar fez venda de impressoras cair no Brasil

No terceiro semestre de 2019, as vendas caíram 3,3% no País, afirma a IDC. A digitalização dos negócios gerou impacto nas vendas na América Latina.

Brasil fala muito, mas faz muito pouco para chegar à indústria 4.0

Levantamento da FIESP mostra que o número de empresas investindo na migração tecnológica caiu de 30%, em 2017, para 23%, em 2019. Os gargalos são a falta de recursos próprios, a não capacitação de funcionários e a falta de conhecimento em relação ao custo/benefício de investir na indústria 4.0.


3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018 - Cobertura Especial Convergência Digital
Brasscom lança manifesto para construir um Brasil Digital e Conectado

Entidade quer a colaboração da sociedade e de entidades de TI ou não para entregar um documento aos presidenciáveis. "Tecnologia precisa ser prioridade nacional", diz o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Veja a cobertura da 3º Seminário Brasscom de Políticas Públicas & Negócios 2018

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G