INOVAÇÃO

ITI instala segundo relógio de césio e avança para integração da ICP-Brasil à UTC

Convergência Digital* ... 29/08/2019 ... Convergência Digital

A segunda unidade do relógio de césio, que marca com alta precisão a oscilação do tempo, foi instalada na Entidade de Auditoria do Tempo – EAT da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil. A inclusão de mais um equipamento proporcionará o aprimoramento tecnológico e a integração da EAT ICP-Brasil à rede do Tempo Coordenado Universal - UTC, tornando o serviço internacionalmente reconhecido.

O equipamento está sendo programado pela equipe técnica da Coordenação-Geral de Operações do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação - ITI e entrará em funcionamento ainda esta semana, gerando uma escala de tempo rastreável e auditável com ainda mais precisão, escalabilidade, disponibilidade e segurança.

"O relógio de césio é extremamente preciso. A partir da sua instalação, a ICP-Brasil passa a ser uma das principais referências de tempo no mundo. Vamos integrar a UTC em mais um avanço do nosso governo para uma Infraestrutura de Chaves Públicas mais moderna para o Brasil", enfatizou o diretor-presidente do ITI, Marcelo Buz.

A EAT possibilita o pleno funcionamento da Rede de Carimbo de Tempo – RCT da ICP-Brasil, tecnologia que atesta a data e a hora exatas em que um documento foi criado ou recebeu a assinatura digital, ou seja, um carimbo do tempo aplicado a um documento eletrônico é uma evidência que ele foi criado antes da data registrada. Os carimbos do tempo são emitidos pelas Autoridades de Carimbo do Tempo, cujas operações são devidamente documentadas e periodicamente auditadas pela EAT.

Além de constar do carimbo do tempo emitido pelas entidades credenciadas pela ICP-Brasil, o tempo e frequência são utilizados, por exemplo, na área de telecomunicações, no mercado financeiro (para garantir precedência na negociação de ações em transações de alta frequência). A precisão no registro de data e a hora na emissão de um documento eletrônico é de relevante estratégia em termos geopolíticos.

Para promover as adequações necessárias e adquirir o reconhecimento internacional, o ITI terá apoio do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – Inmetro. As instituições assinaram Acordo de Cooperação, em 2018, para possibilitar a ação conjunta.

Desde 1967 o BIPM (Bureau international des poids et mesures – Escritório Internacional de Pesos e Medidas, órgão mundial responsável pelas definições de grandezas físicas e metrologia) define o segundo com base na medição de osciladores de alta precisão, como: "a duração de 9.192.631.770 períodos da radiação correspondente à transição entre dois níveis hiperfinos do estado fundamental do átomo de césio 133." O oscilador de alta precisão é a fonte primária de frequência mais usada mundialmente por possuir estabilidade e precisão suficientes para ser utilizada como uma fonte confiável de tempo de longa duração.



Maganine Luiza abre concurso para escolher startups

Rede varejista está com inscrições abertas para o seu primeiro pitch day de serviços digitais. "Queremos todos os tipos de startups", avisa a gerente do Magazine Luiza, Juliana Silva.

Só a inovação tira o Rio de Janeiro da estagnação econômica

A afirmação é do presidente do TI Rio, Benito Paret. Segundo ele, o Estado do Rio de Janeiro tem de buscar novos caminhos e eles passam pela inovação.

Petrópolis terá sensores IoT para prevenção de enchentes

Iniciativa é um projeto-piloto de cidades inteligentes, em parceria com o BNDES e com a ENEL, e começa a ser implantado no começo de 2020, revela o secretário de Desenvolvimento do município, Marcelo Fiorini. "Política pública não pode ser projeto político. Ela é de longo prazo", observa o executivo.

Startup cria software para detectar interações perigosas entre máquinas e homens

Até então incubada na UFF, no Rio de Janeiro, a Displace desenvolveu um software para proteger o homem na rotina da indústria 4.0. A ideia atraiu a atenção de grandes empresas, entre elas, a Ambev.

Finep tem crédito de R$ 200 milhões para projetos de indústria 4.0

Linha vai apoiar projetos em internet das coisas, big data, computação em nuvem, segurança digital, robótica avançada, manufatura digital e aditiva, inteligência artificial e digitalização.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G