Home - Convergência Digital

Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

Ana Paula Lobo* - 30/06/2020

Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G, advertiu o responsável pela Omdia na América Latina, Ary Lopes, ao participar do Futurecom Summit Digital, nesta terça-feira, 30/06. O especialista antecipou alguns tópicos de pesquisa feita pela  Omdia, ex-OVUM, em parceria com a Nokia, mostra que, nos próximos 15 anos, o 5G vai render R$ 5,5 trilhões para o Brasil, com o governo adicionando quase R$ 1  em receitas com serviços 5G.

"TICs serão os mais beneficiados como usuários e implementadores com R$ 1,2 bilhão, mas são todas as verticais terão benefícios", pontuou. Para Lopes, 5G vai combater a recessão econômica determinada pela Covid-19 no Brasil e na América Latina e precisa ser implantado de forma urgente. "O estudo nos mostra que o 5G vai adicionar 1 ponto no Produto Interno Bruto do Brasil com o aproveitamento pleno da tecnologia. Isso é um efeito impressionante, se pensamos no impacto negativo da Covid-19 na economia ", reforça. A pesquisa completa será lançada nas próximas semanas.

Lopes observou que 240 milhões de latino-americanos vivem em regiões sem oferta de banda larga e que 100 milhões vivem em área de cobertura, mas não contratam o serviço por falta de recursos financeiros. A região também contabiliza 60% dos domicílios sem banda larga fixa. "No Brasil, são 39% dos lares sem banda larga acima de 30 Mbits. As operadoras terão oportunidades efetivas de incrementar a base de serviços com o 5G, na oferta de banda larga fixa", reforçou o responsável pela Omdia na América Latina.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

30/09/2020
Em segundo dia de leilão, 5G na França ultrapassa R$ 17 bilhões

30/09/2020
São Martinho elege Ericsson para projeto de conexão 5G

29/09/2020
NXP fabrica chip alternativo para 5G nos EUA

29/09/2020
Para TIM, migração para banda Ku vai atrasar ainda mais 5G

29/09/2020
TIM: OpenRAN é caminho para Brasil sair do atraso no 5G

29/09/2020
Leilão 5G é prioridade do Ministério da Economia

28/09/2020
Microsoft entra no 5G para brigar com Nokia e Ericsson

25/09/2020
OpenRAN aberta: o xeque-mate do xadrez geopolítico do 5G

24/09/2020
Com 114 redes ativadas, 5G já tem 138 milhões de acessos no mundo

22/09/2020
Economia prefere, mas não garante, leilão 5G não arrecadatório

Destaques
Destaques

Vitor Menezes, Minicom: Vamos brigar por um leilão 5G não arrecadatório

O Ministério das Comunicações sinalizou às operadoras que trabalha para convencer os colegas de Esplanada a concentrar os valores envolvidos no leilão do 5G em compromissos de cobertura, minimizando o preço a ser pago ao Estado, afirmou o secretário de Telecomunicações, Vitor Menezes, ao participar do Painel Telebrasil 2020.

Claro: Sem antenas, São Paulo fica fora do 5G

CEO da Claro, Paulo Cesar Teixeira, criticou a miopia de executivos que ainda insistem em colocar restrições à implantação de antenas, como acontece na cidade de São Paulo. "5G é a grande plataforma para permitir um salto econômico mais vigoroso", advertiu.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Internet 5G traz disrupção para Telecomunicações até no modelo de negócio

Por Eduardo Grizendi*

Na RNP, estabelecemos um objetivo estratégico ambicioso – o de prover uma ciberinfraestrutura, segura, de alto desempenho e disponibilidade e, ao mesmo tempo, ubíqua, onipresente, em qualquer lugar e a qualquer hora, para nossas comunidades de educação, pesquisa e inovação.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site