Home - Convergência Digital

TVs defendem migração da banda C para Ku e calculam custo em R$ 2,9 bilhões

Convergência Digital* - 18/09/2019

A Abratel, entidade que representa as emissoras Record e Rede TV, apresentou à Anatel uma proposta de migração dos canais que hoje estão na Banda C para a banda Ku, como solução para a interferência de serviços de telecom prestados na faixa de 3,5 GHz, selecionada para o 5G, e as antenas parabólicas. 

A saída, apontou a entidade, seria “solução definitiva para evitar que mais 22 milhões de domicílios brasileiros fiquem sem acesso à TV aberta após a implantação da tecnologia 5G, prevista para o ano que vem”. A proposta foi entregue ao presidente da Anatel, Leonardo Morais. 

Segundo ela, a conta do processo, estimada em R$ 2,9 bilhões, ficaria com as operadoras de telecomunicações vencedoras do próximo leilão, previsto para 2020, de faixas de frequência destinadas a uso no 5G, como 700 MHz, 2,3 GHz, 26 GHz e especialmente 3,5 GHz. O modelo seria replicado a partir da experiência do leilão de 700 MHz, que também exigiu uma migração de emissoras. 

Sustenta a Abratel que “em decorrência da migração dos canais distribuídos por satélite da banda C para a banda Ku, haverá a necessidade de distribuir kits de recepção de satélite na banda Ku para a população que possua equipamentos de recepção por parabólica da banda C e que esteja inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, que corresponde a 11 milhões de domicílios”.

* Com informações da Abratel

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

17/09/2020
Telcomp vai ao STF contra leis que impedem antenas a 50 metros de residências em São Paulo

16/09/2020
Vale vai investir em laboratório 5G

15/09/2020
5G vai atrasar se teles tiverem que pagar limpeza da Banda C

10/09/2020
Minicom: Governo Bolsonaro não vai intervir na venda dos ativos da Oi

10/09/2020
5G avança sobre espectro não licenciado

10/09/2020
Brasil: No 5G, não feche as portas à China e aos EUA

08/09/2020
Qualcomm: 5G vai mudar o uso da computação em nuvem

08/09/2020
5G precisa garantir segurança jurídica aos investimentos, diz Minicom

08/09/2020
Brasil não pode perder bonde da história com 5G, diz Hamilton Mourão

02/09/2020
Open RAN cresce a taxas de dois dígitos e vai chegar a US$ 5 bilhões em 2024

Destaques
Destaques

Claro: Sem antenas, São Paulo fica fora do 5G

CEO da Claro, Paulo Cesar Teixeira, criticou a miopia de executivos que ainda insistem em colocar restrições à implantação de antenas, como acontece na cidade de São Paulo. "5G é a grande plataforma para permitir um salto econômico mais vigoroso", advertiu.

Covid-19 não é desculpa e Brasil perde dinheiro e status ao atrasar o 5G

O mundo não vai esperar o Brasil resolver seus problemas e o 5G está acontecendo, advertiu o consultor sênior da Omdia, Ari Lopes. Governo terá de decidir se busca investimentos de longo prazo ou de curto prazo. Omdia prevê um impacto de US$ 1,1 trilhão no Brasil de 2021 a 2025.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Internet 5G traz disrupção para Telecomunicações até no modelo de negócio

Por Eduardo Grizendi*

Na RNP, estabelecemos um objetivo estratégico ambicioso – o de prover uma ciberinfraestrutura, segura, de alto desempenho e disponibilidade e, ao mesmo tempo, ubíqua, onipresente, em qualquer lugar e a qualquer hora, para nossas comunidades de educação, pesquisa e inovação.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site