INTERNET

BNDES Direto 10 permite compra de software nacional e de fibra óptica

Da Redação da Abranet ... 10/06/2019 ... Convergência Digital

Depois de quase um ano de gestação, e como o site da Abranet antecipou em dezembro passado, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) lançou, no dia 29 de maio, o Programa BNDES Direto 10, que apoiará investimentos de setores de alta complexidade tecnológica e intensivos em conhecimento, tais como Tecnologia da Informação e Comunicações (TIC), Educação, Economia Criativa, Eficiência Energética, Equipamentos de Saúde, Autopeças, Bens de Capital (BK), Defesa e Inovação. O objetivo é estimular o esforço inovador de pequenas e médias empresas desses e de outros setores que poderão acessar os recursos. A gestão dos recursos está com a Softex.

O BNDES Direto 10 foi desenhado para apoiar companhias que promovem melhoria de produtividade, geram os empregos do futuro, criam produtos de alto valor agregado, promovem a expansão da infraestrutura de banda larga e ampliam a eficiência energética. O foco do novo produto são pequenas e médias empresas, com faturamento anual entre R$ 3 milhões e R$ 300 milhões, que poderão ter acesso direto ao BNDES para financiamentos entre R$ 1 milhão a R$ 10 milhões.

Quem pode solicitar:

Micro, pequenas e médias empresas que atendam os critérios a seguir:

Estar constituída há no mínimo três anos;

Pulverização de carteira, baseada nas Demonstrações Financeiras do Último Exercício, sendo maior cliente ≤ 30% da ROL; e três maiores clientes ≤ 70% da ROL.

No caso específico dos prestadores de serviços de Internet, também será exigido o registro adequado na Anatel (Selo Anatel).

Também devem atender a dois dos três critérios financeiros listados, com base nas demonstrações financeiras:

Estrutura de Capital: Patrimônio Líquido / Ativo Total >= 0,3,

Endividamento: Valor do pleito + Dívida Bancária Líquida / EBITDA <= 3,0,

Porte: Valor do pleito / Receita Operacional Líquida <= 0,4

Alternativamente, é possível apresentar carta de fiança bancária como garantia à operação, o que dispensará o atendimento aos referidos critérios financeiros.

O que pode ser financiado:

Investimentos de empresas dos setores de Tecnologias da Informação e Comunicação.

Itens financiáveis:

remuneração de equipe própria destinada às atividades de P&D, engenharia, marketing e comercialização;

obras civis obedecidas às legislações ambientais e urbanísticas aplicáveis;

serviços técnicos especializados: estudos e projetos, P&D e inovação, incluindo serviços tecnológicos credenciados no Credenciamento de Fornecedores 

Informatizados – CFI;

aquisição de máquinas e equipamentos nacionais novos credenciados no BNDES;

aquisição de máquinas e equipamentos importados novos sem similar nacional;

aquisição de móveis, utensílios e materiais permanentes nacionais novos;

treinamento;

ativos intangíveis: aquisição de propriedade intelectual e aquisição de software nacional credenciado no BNDES;gastos operacionais: gastos com marketing e comercialização, gastos regulatórios, seguros, viagens e diárias, aquisição de direitos autorais, patrimoniais, de difusão e comercialização de conteúdo brasileiro, gastos com papel e impressão, gastos de produção e distribuição audiovisual e gastos de produção editorial.

Para maiores informações, a Softex disponibilizou este email: comunicacao@softex.br


Dona das Casas Bahia e Ponto frio lança banco digital no Brasil

Grupo Via Varejo anunciou parceria com startup norte-americana Airfox, com foco em clientes de baixa renda e uso das 800 lojas físicas como pontos de atendimento no país.

Acessos acima de 34Mbps já são 30,6% da banda larga fixa no Brasil

Planos com maiores velocidades são os que mais cresceram nos quatro primeiros meses de 2019, embora 13,6% das conexões ainda sejam abaixo de 2 Mbps. Provedores Internet seguem sendo os impulsionadores do desempenho da banda larga fixa.

Serpro: O não consentimento será a exceção com dados pessoais

Diretor-Presidente do Serpro, Caio Paes de Andrade, lembra que, com o LGPD, um órgão público ou privado - poderá, sem consentimento, processar dados em situações como o cumprimento de um  contrato.

Mais de 22 mil conteúdos ilegais da Internet foram removidos no Brasil no 1º tri

A ABES (Associação Brasileira das Empresas de Software) informa que esse montante é 9% maior do que o retirado no primeiro trimestre de 2018.

Peru, Colômbia, Equador e Bolívia se unem contra ICANN e Amazon

Presidentes dos quatro países contestam decisão favorável da ICANN à companhia norte-americana pelo domínio da Internet e acusam a entidade de conduzir uma governança inadequada da Internet.

Revista Abranet 27 . abril/junho 2019
Veja a Revista Abranet nº 27 A Convenção Abranet 2019 debateu economia, política e gestão. Cerca de cem empresas de internet e de tecnologia puderam ter uma visão mais clara sobre o que esperar no curto prazo. E muito mais.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G