Convergência Digital - Home

Nutanix: hiperconvergência simplifica o modelo de serviço na nuvem

Convergência Digital
Por Roberta Prescott - 18/09/2019

A computação em nuvem revolucionou a infraestrutura de tecnologia e a adoção da hiperconvergência foi a base para começar a nuvem privada, explicou Leonel Oliveira, diretor-geral da Nutanix no Brasil, em entrevista ao Convergência Digital durante o Next On Tour, evento da Nutanix que ocorreu, esta semana, em São Paulo. "A hiperconvergência veio trazer a mesma base estrutural que a nuvem pública apresentou em caráter inicial para conseguir dar facilidade de usabilidade e a mesma característica da infraestrutura movida como serviço, fracionada, com somente aquilo que deseja e simplificação", explicou.

Ao comentar o estágio atual de adoção de múltiplas nuvens no Brasil, Oliveira disse que as empresas estão estudando o tema."Em um primeiro momento, a nuvem pública representou uma facilidade tão grande para todos que houve uma corrida para nuvem, sem, na verdade, entender quais eram os workloads apropriados para isto. Depois houve um amadurecimento e agora estamos em uma fase onde as empresas estão entendendo o posicionamento da nuvem pública, privada, híbrida e quais são as vantagens de ter a possibilidade de migração de uma nuvem para outra," detalhou. Para ele, o mercado caminha para ter mais liberdade de escolha, com os serviços disponíveis onde quer que estejam.

Fundada em 2009, a Nutanix completa uma década de operação — no Brasil, a empresa especializada em desenvolvimento de software para hiperconvergência atua desde 2015. Ao longo deste período, a empresa passou a focar somente em software, destacando-se no mercado de fornecimento de soluções de hiperconvergência. Hoje, 71% da receita da companhia vem do modelo de subscrição, que substituiu o licenciamento. Vejam a entrevista com Leonel Oliveira, diretor-geral da Nutanix no Brasil.


Trabalha com dados? Você precisa saber o que é o Lifelong Learning

Buscar o constante aprendizado é uma ferramenta essencial para qualquer profissional. Isso vale ainda mais para quem trabalha em uma área dinâmica e que requer pensamento holístico como o profissional de dados.

Destaques
Destaques

Armazenamento por serviço: um mercado em alta com privacidade de dados

IDC prevê que, em 2023, o mundo terá 11,7 ZB de dados armazenados, em comparação aos 5,0 ZB, apurados em 2018.

Metade das empresas no Brasil não confia na própria análise dos dados

Levantamento da Serasa Experian mostra ainda que 42% das companhias brasileiras admitem perder dinheiro com a má qualidade das informações. Má governança é vista como um desafio a ser superado. O mais grave: mais de 70% destão sem estratégia para superar essa etapa.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Dados em tempo real fazem toda a diferença no e-commerce

Por Leandro Rodriguez*

O tempo se tornou o fator crítico no relacionamento entre vendedor e comprador. Levar informações em tempo real a uma filial local ou a gerentes de loja pode ser determinante para a aquisição de clientes e, consequentemente, aumentar as vendas.

Transformação digital exige eficiência no gerenciamento

Por Luiz Fernando Souza*

Prevenir é sempre melhor do que remediar. Essa é uma máxima que precisa ser aplicada à transformação digital, e vale quando falamos da gestão dos servidores. E as razões são simples: é menos sofrido, menos dolorido e mais barato manter uma rotina de trabalho focada na manutenção, preservando com inteligência dados e sistemas.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site