GOVERNO

Resolução abre estudos para privatização de Serpro e Dataprev

Convergência Digital ... 18/09/2019 ... Convergência Digital

Quase um mês depois da reunião do Conselho do Programa de Parceria de Investimentos, o Diário Oficial da União traz nesta quarta, 18/9, a então anunciada inclusão de Serpro e Dataprev na relação de empresas que o governo deseja privatizar. 

Para tanto, a resolução do Conselho do PPI, ligado à Casa Civil da Presidência da República, determina a realização de estudos, que deverão ficar à cargo do BNDES, “para avaliação de alternativas de desestatização ou parceria com a iniciativa privada”.

Em todos os casos, justifica o momento em “necessidade de reordenar a posição estratégica do Estado na economia, transferindo à iniciativa privada atividades indevidamente exploradas pelo setor público”, para “permitir que a administração pública federal concentre seus esforços nas atividades em que a presença do Estado seja fundamental para a consecução das prioridades nacionais”.

Caso os estudos indiquem a privatização e sejam aprovados pelo Conselho do PPI, as estatais serão incluídas no Programa Nacional de Desestatização, a partir de então ficando administrativamente subordinadas ao Ministério da Economia. Não há prazo expresso na resolução, mas o governo indica que os estudos devem ser concluídos em seis meses. 


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

PGFN concede poderes ao BNDES vender o Serpro

A fim de privatizar a maior empresa de TI do país, a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional delegou competência ao banco de fomento para alienar a participação da União na estatal. 

Governo publica orçamento sem vetos, com menos recursos para MCTIC

Como aprovado em dezembro, Orçamento estipula R$ 11,81 bilhões para a pasta, 22% a menos do que a Lei Orçamentária original de 2019, depois contingenciada para R$ 13 bilhões. 

Governo diz que não vai vender dados de Serpro e Dataprev, mas pode terceirizar custódia

“Vários países não têm empresas de governo mas custodiam dados. Pode fazer isso internamente ou subcontratar”, diz o secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Paulo Uebel. 

Microcity recebe certificação CertiGov

Selo de compliance garante a integridade, a conformidade da empresa e a qualifica a vender ao governo reduzindo riscos nas transações.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G