INCLUSÃO DIGITAL

Google Station é plataforma de monetização para Programa WiFi Livre SP

Por Roberta Prescott ... 06/06/2019 ... Convergência Digital

O Brasil é o oitavo país a receber o Google Station, plataforma para implantação de pontos de acesso Wi-Fi, que já conta com mil pontos de acesso à internet em alta velocidade na Índia, Indonésia, México, Tailândia, Nigéria, Filipinas e Vietnã. O anúncio foi feito nesta quinta-feira 6/6 durante a terceira edição do evento anual Google for Brasil, realizado em São Paulo.

O Google Station está sendo usado pela América Net e Linktel em 80 hotspots espalhados na capital de São Paulo, tais como Parque do Ibirapuera, praças e estações de trem da CPTM como Barra Funda e Pinheiros, com objetivo de monetizar o acesso à internet.

Neste primeiro momento, os pontos de acesso têm patrocínio do Itaú. A América Net firmou parceria com a prefeitura de São Paulo para expandir seus pontos de acesso à internet sem fio na capital de São Paulo. A operadora, que antes atuava em 60 praças, passará a ter 621 pontos e investirá R$ 20 milhões para a construção de infraestrutura.

O presidente do Google Brasil, Fábio Coelho, pontuou que a missão da empresa é organizar o conteúdo e torna-lo acessível; e lembrou que a Internet é cada vez mais importante para o crescimento e desenvolvimento da nossa economia e bem-estar dos cidadãos. "Até o fim de 2020, o objetivo é trabalharmos com parceiros para que milhares de brasileiros tenham acesso à internet de graça pelo Google Station", destacou, ressaltando que a meta é democratizar acesso inclui pessoas e empresas.

"As ferramentas Google ajudaram a movimentar R$ 41 bilhões em atividade econômica e fomentaram a criação de empregos. O impacto é enorme para empresas pequenas, médias e grandes", assinalou. "As pequenas empresas precisam de toda força que conseguir e ajudá-las a crescer está no nosso DNA", completou.


França vai obrigar remoção de conteúdo de redes sociais em 1 hora

Lei impõe a rápida exclusão de conteúdos que envolvam pedofilia e terrorismo e dá até 24 horas para remoção do que for considerado “manifestamente ilícito”. 

No Brasil, 45,9 milhões de pessoas ainda não acessam a Internet

Dados foram apurados pela PNAD Contínua IBGE e mostra que boa parte alega não saber usar ou falta de interesse. São 14,9 milhões de domicílios sem acesso à internet no Brasil. Mulheres superam os homens no acessso à Internet./p>

Governo inicia segunda etapa de contratação de ISPs para área de saúde

Está aberta a segunda chamada para a conexão de Postos de Saúde de todo o país. A RNP informa que, nessa etapa, onde não existir disponibilidade de fibra ótica será considerada alternativa em enlace de radio de frequência licenciada ou livre e satélite.

Novo PL obriga banda larga sem ônus para secretarias de educação e alunos

Medida seria compulsória durante calamidades públicas ou pandemias, mas com possibilidade de que os custos sejam cobertos pelo Fistel. 

Viasat entra no mercado de banda larga residencial com satélite da Telebras

Empresa ampliou parceria com Visiontec, que tem a estatal do governo como sócia, para distribuição e instalação das VSats e promete conexões de até 25 Mbps em 100% do território nacional. 

O que somos e fazemos na Internet têm consequências fora da Rede

A Internet segura passa pela conscientização do usuário que não uma persona virtual e uma real, diz o especialista em Segurança da Informação do CAIS/RNP, Yuri Alexandro.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G