TELECOM

Anatel abre debate sobre regras para reduzir barreiras à internet das coisas

Luís Osvaldo Grossmann ... 01/08/2019 ... Convergência Digital

A Anatel aprovou a abertura de um debate público, por 45 dias, sobre pontos que devem ser tratados na regulação de forma a facilitar a expansão de redes e serviços relacionados à internet das coisas. O objetivo é discutir e receber sugestões sobre como ajustar questões de outorga, regras de prestação, tributação e licenciamento, numeração, avaliação de conformidade, espectro, além de infraestrutura e insumos. 

“Com o mundo cada vez mais conectado, diversas soluções de IoT têm surgido e é crescente possibilidade de novas aplicações. A Anatel deve viabilizar expansão das redes”, pontuou o relator da proposta de consulta pública, Moisés Moreira, aprovada por unanimidade nesta quinta, 1o/8. 

“A agência tem papel central no desenvolvimento do ecossistema da internet das coisas. Então essa e outras iniciativas, como o edital do 5G, serão fundamentais para termos um ambiente em que esse ecossistema se desenvolva”, emendou o presidente da Anatel, Leonardo Morais. 

Entre as avaliações da proposta, a Anatel indica que “todos os modelos de negócio de IoT encontram suporte em alguma das outorgas de serviços de telecomunicações existentes, sejam de interesse coletivo ou restrito”, mas que ao mesmo tempo  “há incerteza quanto à outorga necessária para cada modelo de negócio envolvendo IoT”. 

Outro ponto a ser discutido na consulta é o que a Anatel chamou de oferta de serviços IoT baseada em fornecedores de conectividade globais. Ou seja, a questão do roaming permanente. A proposta à mesa mantém a situação atual, que exige outorga. Por outro lado, a agência sugere excluir exigências relacionadas a consumidor por se tratar de pontos que podem ser contratualizados nos serviços M2M. 

Em grande medida, a proposta que vai à consulta tratar de flexibilizar o modelo de credenciamento das operações por rede virtual (MVNOs), até pela constatação de que esse tem sido o caminho que já vem sendo adotado pelo setor na oferta de aplicações de internet das coisas. 

A consulta, que deve ser aberta na próxima semana, vai receber contribuições por 45 dias. Também foi aprovada a realização de uma audiência pública presencial, ser realizada em Brasília durante esse período. 


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Prazo para questionar serviço não contratado de telefonia é dez anos

Superior Tribunal de Justiça entendeu que se aplica o artigo 205 do Código Civil. Seguindo o voto do relator, ministro Og Fernandes, a Corte aplicou ao caso o entendimento que resultou na Súmula 412 para as tarifas de água e esgoto.

Juiz manda CVM investigar compra e venda de ações da Oi

O juiz Fernando Viana, da 7ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, afirma na ordem encaminhada à Autarquia Federal que é 'preciso que se tentha conhecimento de toda e qualquer forma de capitação especulativa".

Procon-SP multa Sky em R$ 2,9 milhões por publicidade enganosa

De acordo com o órgão de defesa do consumidor, a operadora também efetuou cobranças de taxas de licenciamento do software, segurança de acesso e de locação de ponto adicional que são ações proíbidas pela Anatel.

Brasil terá um ganho de R$ 40 bilhões por uso de faixas milimétricas no 5G

Segundo projeções da GSMA, uso de faixas acima de 24 GHz será crescente até 2034 para manipulação remota, automação industrial e realidade virtual. Entidade recomenda, além dos 26 GHz, que o Brasil use 40 GHz e 66 a 71 GHz.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G