Home - Convergência Digital

Escassez de talentos e complexidade travam projetos de Internet das Coisas

Convergência Digital - 31/07/2019

A Microsoft anunciou nesta terça-feira, 30/07, o IoT Signals, uma nova pesquisa elaborada para fornecer uma visão global do cenário da Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês). A empresa pesquisou mais de 3.000 tomadores de decisões de IoT em organizações empresariais para dar ao setor uma visão holística e de mercado do ecossistema de IoT, incluindo taxas de adoção, tendências de tecnologias relacionadas, desafios e benefícios da IoT.

O relatório indica que a adoção de IoT está crescendo rapidamente, e os entrevistados acreditam que 30% da receita de sua empresa daqui a dois anos virá graças à IoT. No entanto, o setor enfrenta uma lacuna significativa de habilidades em IoT, além de desafios de complexidade e segurança que podem comprometer os benefícios de negócios se não forem abordados.

“A IoT está transformando empresas em todos os setores e impulsionando inovações revolucionárias”, disse Sam George, diretor de Azure IoT. “Nossa pesquisa mostra que liberar todo o potencial da IoT exige que o setor lide com os principais desafios, como escassez de habilidades, preocupações com segurança e complexidade da solução", acrescenta o eexecutivo.

Principais conclusões do levantamento IoT Signals:

85% dos entrevistados estão em processo de adoção de IoT e três quartos deles têm projetos de IoT no planejamento.
Entre os que adotam a IoT, 88% acreditam que a IoT é fundamental para o sucesso do negócio.
Os que já adotaram IoT acreditam que verão um retorno do investimento (ROI) de 30%, incluindo economias e eficiência, daqui a dois anos.
Quase todos os que adotam IoT (97%) têm preocupações de segurança ao implementá-la, mas isso não impede a adoção.
38% dos que adotaram a IoT citam a complexidade e os desafios técnicos de usar a tecnologia como uma barreira para promover sua adoção.
A falta de talentos e treinamento apresenta desafios para metade dos que adotaram a IoT, e 47% dizem que não há profissionais qualificados suficientes disponíveis.
Os entrevistados acreditam que os mobilizadores fundamentais de tecnologia para o sucesso da IoT nos próximos dois anos são Inteligência Artificial, computação de fronteira e 5G.
Quase um terço dos projetos (30%) falha na fase de prova de conceito, geralmente porque a implementação é cara ou os benefícios finais não são claros.

A proliferação de dispositivos de IoT permite que as empresas levem a inteligência da nuvem à fronteira, para criar soluções que sejam adaptáveis e responsivas a seus ambientes. “De acordo com os estudos Global DataSphere IoT Devices e Data Forecast, o IDC espera que haja 41,6 bilhões de dispositivos de IoT conectados até 2025, crescendo a uma taxa de 8,9% durante o período da previsão”, disse Carrie MacGillivray, vice-presidente de grupo de IoT, 5G e Mobilidade no IDC.

“À medida que o mercado amadurece, a IoT se torna cada vez mais o tecido que permite a troca de informações de ‘coisas’ para pessoas e processos. Os dados tornam-se o denominador comum – à medida que são capturados, processados e usados a partir das fronteiras mais próximas e mais distantes da rede para criar valor para indústrias, governos e a vida dos indivíduos", completou o executivo.
 









Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

06/07/2020
UISA, de bionergia, contrata Vivo para ter 4G e IoT na produção de bionergia

01/07/2020
ConectarAgro quer 13 milhões de hectares na área rural com conexão 4G até o fim de 2021

29/06/2020
Senador pede regime de urgência para IoT para acelerar geração de emprego e renda

23/06/2020
Indicator Capital vai gerir fundo de IoT do BNDES e Qualcomm Ventures

16/06/2020
Startup pernambucana capta R$ 3,5 milhões e investe para expandir IoT na saúde

12/06/2020
Bayer dá acesso gratuito a ferramenta de coleta de dados para agricultura digital

10/06/2020
Regulamentação de IoT passa por tratar a coleta e a proteção dos dados

08/06/2020
Centro de Operações Rio usa rede neutra IoT da American Tower

08/06/2020
TIM inicia piloto de IoT e IA para monitoramento de granjas da JBS

15/04/2020
Internet das Coisas: Quase 30% das empresas sofreram incidentes de segurança

Destaques
Destaques

Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

Pesquisa da Omdia, ex-Ovum, em parceria com a Nokia, mostra que, nos próximos 15 anos, o 5G vai gerar R$ 5,5 trilhões para o País, sendo o governo beneficiado com o adicional de quase R$ 1 bilhão em receita com os serviços 5G.

Covid-19 fez smartphone virar agência bancária com 41% das transações financeiras

As transações bancárias feitas por pessoas físicas pelos canais digitais foram responsáveis por 74% do total de operações analisadas em abril, revela a Febraban.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site