Convergência Digital - Home

Nuvem é motor do crescimento futuro da Huawei

Convergência Digital
Ana Paula Lobo e Fábio Santos - 17/06/2019

Os bancos com aplicações legadas estão, aos poucos, mudando a percepção do uso da computação em nuvem, em especial, das nuvens privadas, ao trazer inteligência para as aplicações periféricas, observa o gerente de Desenvolvimento de Negócios da Huawei Cloud, Erik Schanz.

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, o especialista disse que, hoje, uma das maiores preocupações do setor financeiro é melhorar o atendimento ao cliente.

"Nós estamos criando soluções para bancos ou seguradoras modernizarem o canal de atendimento ao cliente final. Oferecemos aplicações para tornar o atendimento ao cliente mais humano. O mercado quer entender melhor o cliente, quer saber o comportamento dele e unimos big data e inteligência artificial para chegar à melhor opção", explicou Schanz.

O DNA da Huawei é a oferta de telecomunicações, mas, nos últimos 15 anos, a empresa investiu para se tornar uma prestadora de serviços de TICs. "A nuvem é o motor do desenvolvimento e do crescimento futuro da Huawei. Nós já somos cloud e apostamos tudo na cloud", reforçou.

Com relação ao momento homem x máquina, Erik Schanz disse que as pessoas vão se reinventar e criar habilidades com o uso dos robôs, que assumirão os serviços repetitivos. Assistam à entrevista com Erik Schanz.


LEIA TAMBÉM:
Destaques
Destaques

Salesforce: blockchain é a resposta para retomada da confiança digital

Blockchain vai trazer mais rapidez, eficiência e transparência, sustenta o o diretor de Marketing da Salesforce para a América Latina, Daniel Hoe. Empresas brasileiras já testam a solução da Salesforce.

Banestes investe na nuvem para vender serviços digitais em todo o Brasil

Banco público do Espírito Santo conduz uma transformação de sistemas para a oferta de novos produtos, mas o CIO, Silvio Grillo, diz que a mudança cultural é tão relevante quanto a tecnologia.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

As lições do buraco negro e da análise de dados às empresas

Por Paulo Watanave*

O fato é que por trás das aplicações e sistemas usados nas operações já existe um grande e variado conjunto de insights e algoritmos que podem ser usados para gerar valor real às organizações e para as pessoas de um modo geral. Estima-se que menos de 10% das companhias em todo o mundo tenham estratégias bem definidas para a utilização dos recursos digitais e das informações.

Edge Computing para acelerar os negócios das empresas brasileiras

Por Henrique Cecci*

O que é, afinal, Edge Computing? Trata-se da aplicação de soluções que facilitam o processamento de dados diretamente na fonte de geração de dados. No contexto da Internet das Coisas (IoT), por exemplo, as fontes de geração de dados geralmente são "coisas" com sensores ou dispositivos incorporados.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site