Huawei: 5G entrega uma experiência transformadora aos consumidores

Por Roberta Prescott e Carlos Afonso ... 31/10/2019 ... Convergência Digital

As redes 5G estão vindo mais rapidamente do que a indústria esperava, com aparelhos mais acessíveis, espectro sendo alocado e prestadoras de serviços de telecomunicações lançando serviços baseados na nova geração da telefonia móvel, destacou Sun Baocheng, presidente da área de Telecom na Huawei, durante sua apresentação no Futurecom 2019, realizado de 28 a 31 de outubro, em São Paulo. O executivo apontou que cerca de 70 países vão disponibilizar espectro para 5G até 2021 e que a Coreia do Sul tem sido pioneira na adoção de 5G, enquanto a China está com implantação em larga escala e a Europa está correndo para lançar serviços.

"A Huawei está liderando os lançamentos globais, com 56 operadoras tendo implantado redes 5G", afirmou. Citando fontes diversas, ele apontou que o 5G terá 1,57 bilhão de usuários em 2025, 480 milhões de casas passadas com FWA e colocará US$ 289 bilhões de contribuições líquidas ao Produto Interno Bruto (PIB). "O 5G entrega uma experiência transformadora para os consumidores e, por isto, os clientes estão dispostos a pagar mais às operadoras", afirmou.

De fato, como o executivo sinalizou, as redes 5G vão redefinir modelos de negócios para o consumidor final, sendo capazes de entregar mais métricas de monetização e pacotes mais atraentes de serviços. Para o mercado corporativo (B2B, na sigla em inglês), Sun Baocheng disse que haverá modelos de negócios mais flexíveis, com monetização das conexões e com 5G ativando ganhos de produtividade.

Em entrevista em vídeo à CDTV, Sun Baocheng enfatizou que a chegada de 5G vai prover conexões mais rápidas e com menos latência, proporcionando a criação de modelos de negócio que hoje não são possíveis. Assista à íntegra da entrevista.


Internet Móvel 3G 4G
Oito anos depois, teles seguem brigando pela faixa de 450 MHz

Recurso contra a decisão que determinou a devolução da faixa e impôs compromissos de cobertura voltou ao Conselho Diretor da Anatel depois de 14 meses, mas foi adiado por mais 30 dias. 

Copel Telecom marca privatização para novembro e quer R$ 1,4 bilhão

Edital de venda do braço de telecomunicações da estatal paranaense de energia é previsto para 21/9. Empresa tem 34 mil km de fibras em 399 municípios. 

Oi diz à CVM que movimento de ações se deve a aprovação de plano e venda da móvel

Comissão de Valores Mobiliários perguntou o motivo das oscilações recentes nos papéis da operadora, com quedas superiores a 7% seguidas de aumentos de 9%. 

Claro tenta resgatar TV paga com planos alternativos a não clientes

Com metade do mercado nacional de TV por assinatura, o presidente da empresa, José Félix, diz que fará lançamentos nos próximos dias. “A TV está sofrendo alterações e vamos lançar de imediato um novo serviço.”

Sem acordo, Senado adia votação sobre uso do FUST para subsídio de contas

PL 2.388/2020 prevê uso de recuros do fundo para subsidiar as contas de telecom durante a pandemia. Faltou consenso entre os líderes e o tema foi retirado da pauta. Líder do Governo, Fernando Coelho (MDB/PE), diz que há 'muitas pendências'.

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G