INOVAÇÃO

Empreendedorismo exige coragem, foco, resiliência e persistência

Ana Paula Lobo e Pedro Costa, de Curitiba, PR ... 03/09/2019 ... Convergência Digital

Um dos maiores atletas do Brasil, o medalhista olímpico de 2012 na natação, Thiago Pereira, diz que o esporte de alta performance é muito parecido com o empreendedorismo. Isso porque, salienta, empreender exige coragem, foco, resiliência e persistência.

"O esporte de alta performance exige autoresponsabilidade, autodisciplina e uma ousadia em arriscar. Quem empreende precisa ter todos esses pilares também", diz Pereira, em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, durante o My Inova Summit 2019, realizado nos dias 21 e 22 de agosto, com organização da Assespro Paraná e da Federação Assespro.

"Sai de Volta Redonda e fui morar em Minas Gerais com 15 anos sem saber se ia dar certo ou não. O arriscar foi fundamental para construir a minha carreira na natação", diz Thiago Pereira. Segundo ainda o nadador, que hoje faz palestras voltadas ao empreendedorismo, 'quem toma os caminhos têm de ter autoresponsabilidade por si pelas suas decisões". Lamenta ainda o fato de as pessoas estarem jogando a toalha diante dos primeiros tombos. Assistam a entrevista com Thiago Pereira.


Laura, a IA nacional que já salvou 12 mil vidas, entra no combate ao Coronavírus

Tecnologia será disseminada em todo o Brasil, depois de um acordo com o governo federal. Em setembro do ano passado, no Rio Info 2019, o Convergência Digital entrevistou um dos idealizadores da Laura.

Brasil precisa formar massa crítica de empreendedores para inovação

A posição é defendida pelo CEO da Fábrica de Startups, Hector Simões, que tem como meta se tornar o maior hub de inovação do Rio de Janeiro.

Investimentos em fintechs disparam para R$ 7,6 bilhões no Brasil

Aportes triplicaram puxados pela injeção de R$ 1,9 bilhão no Nubank e R$ 1,6 bilhão no Banco Inter.  Brasil ocupa o quinto lugar entre os maiores centros de captação de fundos de fintechs no mundo.

Governo seleciona entidades para compor GT de propriedade intelectual

Grupo Interministerial de Propriedade Intelectual, originalmente parte da Camex e agora sob tutela do Ministério da Economia, terá 10 representantes da sociedade civil. 

BC cria grupo de trabalho para implantar open banking até novembro

GT será formado por representantes do próprio BC, por associações de Internet como Abranet e Câmara-e.net, Febraban (grandes bancos); Abecs e Abipag (empresas de pagamentos); ABBC (bancos médios); OCB (cooperativas), ABCD e ABFintech (fintechs).



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G