Home - Convergência Digital

Apple quer R$ 100 bilhões em disputa com a Qualcomm

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 15/04/2019

Começou nesta segunda, 15/4, o julgamento da ação movida pela Apple, ainda no início de 2017, contra a Qualcomm que envolve alegados US$ 27 bilhões (cerca de R$ 100 bilhões) em indenizações pelo que acusa terem sido práticas ilegais de licenciamento na tecnologia de chips modem para celulares.

Já a Qualcomm alega que a Apple forçou parceiros de negócios deixarem de pagar royalties e sustenta serem devidos cerca de US$ 15 bilhões (quase R$ 60 bi). E nos últimos dois anos teve sucessos em alguns dos confrontos judiciais com a fabricante do iPhone, impedindo até a venda de aparelhos por violação de patente.

A Qualcomm exige que os fabricantes de dispositivos assinem uma licença para suas patentes antes de fornecer chips, que considera uma medida de senso comum para garantir que não faça negócios com empresas que violam suas patentes.

Mas a Apple e outros fabricantes de aparelhos em todo o mundo chamaram a política de "sem licença, sem chips" de "cobrar duas vezes" - isto é, cobrar pela mesma propriedade intelectual uma vez durante as discussões de licenciamento e, novamente, no preço dos chips em que as patentes são incorporadas.

Para a Apple, o julgamento é sobre a liberdade de comprar chips sem ter que pagar o que chama de ‘taxa’ sobre inovações na forma de licenciamento de patentes para a Qualcomm, que pega uma porcentagem do preço de venda de seus dispositivos. Para a Qualcomm, o julgamento determinará o destino de sua combinação única de venda de chips e licenciamento de mais de 130 mil patentes.

* Com informações da Reuters

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

20/05/2019
Justiça ordena remoção de vídeo do YouTube por ser trecho fora de contexto

17/05/2019
Moradora chama prefeito de "mentiroso" pelo Whatsapp e é multada em R$ 5 mil

16/05/2019
Comissão do Senado aprova Brasil em acordo internacional de patentes

17/04/2019
Intel desiste dos chips 5G e Apple se acerta com Qualcomm

15/04/2019
Apple quer R$ 100 bilhões em disputa com a Qualcomm

01/04/2019
Justiça de São Paulo manda Claro pagar R$ 500 cada vez que ligar para ex-cliente

01/03/2019
STJ: Prazo para exigir cobrança indevida em telefonia é de 10 anos

26/02/2019
Contribuição sindical fixada em assembleia vale para toda categoria

11/02/2019
Ações trabalhistas caíram na primeira instância, mas cresceram nas demais

14/12/2018
Apple corre para atualizar iPhones sob risco de bloqueio na China

Destaques
Destaques

Com 5G, Internet das coisas entra no radar dos bancos no Brasil

Muitas instituições financeiras estão com a área de inovação trabalhando para entender como usar a Internet das Coisas em seus serviços, diz o diretor de Tecnologia da Federação Brasileira de Bancos, Febraban, Gustavo Fosse.

País ativa 2 milhões de chips 4G por mês

Primeiro trimestre do ano terminou com 136 milhões de acessos LTE ativos, ou praticamente 60% dos celulares em serviço.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

O potencial pouco explorado da Internet das Coisas

Por Daniel Kriger*

A grande mudança que a Internet das Coisas (IoT – Internet of Things) trará para a vida das pessoas está além da facilidade de se preparar um café, programar um banho quente ou economizar na conta de luz. Dar conectividade a objetos e abrir espaço para comandos inteligentes em inúmeras tarefas do dia a dia é um dos principais propósitos de IoT. Mas não é só isso.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site