Home - Convergência Digital

Suprema Corte dos EUA processa Apple por monopólio na App Store

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 13/05/2019

A Suprema Corte dos Estados Unidos decidiu nesta segunda, 13/5, que é cabível o julgamento de uma ação antitruste contra a Apple por entender que a empresa detém monopólio sobre a App Store – por 5 a 4, os juízes rejeitaram o argumento da Apple de que os clientes do sistema iOS na loja virtual não são necessariamente seus próprios clientes.

Ou seja, a decisão desta segunda significa que o tribunal dos EUA entende que os clientes da App Store têm direito de processar a empresa alegando que a posição dominante a permitiu aumentar preços. “A fronteira indicada pela Apple não faz muito sentido a não ser como forma de tentar evitar essa e outras ações semelhantes”, apontou o juiz Brett Kavanaugh.

O processo é em nome de um conjunto de compradores de aplicativos, que alegam pagar preços maiores porque a Apple exige que todo software seja vendido ou comprado por meio da App Store. O argumento é de que os aplicativos seriam mais baratos se os desenvolvedores pudessem negociar diretamente e evitar a Apple como intermediário.

A Apple via de regra fica com 30% de todo aplicativo que negocia e com 25% das assinaturas vendidas em sua loja de aplicativos depois do primeiro ano de assinatura. O processo também questiona a regra da empresa de que todos os preços nessa sua loja virtual terminem em “99”, como US$ 1,99, US$ 2,99, etc.

A decisão não é de mérito ainda. Simplesmente indica que o processo é admissível na Suprema Corte. A própria decisão indica que se trata de um estágio inicial da discussão, e portanto não significa que o tribunal afirmou que a Apple detém um monopólio ilegal. Mas as consequências abrem caminho para esse e outros processos semelhantes.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

18/09/2019
Apps de documentos pessoais e veículos são os mais procurados no SP Serviços

13/09/2019
Governo cria loja própria para evitar fraudes e unificar acesso aos apps

04/09/2019
STJ decide que motorista de aplicativo não tem vínculo trabalhista

27/08/2019
Nove em cada 10 brasileiros não ficam uma hora longe do celular

13/08/2019
Mutant anuncia compra da Interaxa e expande atuação na América Latina

07/08/2019
Projeto de Lei quer enquadrar apps como 99 e Uber no Código do Consumidor

07/08/2019
QR-Code elimina o crachá no governo federal

30/07/2019
Governo federal vai usar TáxiGov no Rio de Janeiro

25/07/2019
Procon/SP: Google e Apple respondem solidariamente por falta de informações do FaceApp

14/06/2019
Governo faz consulta pública sobre unificação de aplicativos do gov.br

Destaques
Destaques

América Latina tem menos de 20% de espectro disponível para novos serviços móveis

Mesmo o Brasil, que tem 609 MHz de espectro destinado aos serviços, fica bem abaixo dos 1960Mhz recomendados pela União Internacional das Telecomunicações (UIT) para 2020.

5G vai chegar a quase 60% da população em 2025

Tecnologia vai crescer muito mais rápido do que qualquer outra geração sem fio, revela estudo de megatências feito pela Huawei. O estudo também prevê que o volume anual de dados globais chegue a 180 ZB (1 ZB = 1 trilhão de GB).

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Carro autônomo: decisões baseadas em dados vão evitar acidentes?

Por Rogério Borili *

O grande debate é que a inteligência dos robôs precisa ser programada e, embora tecnologias como o machine learning permitam o aprendizado, é preciso que um fato ocorra para que a máquina armazene aquela informação daquela maneira, ou seja, primeiro se paga o preço e depois gerencia os danos.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site