TELECOM

BNDES promete R$ 1 bilhão para levar Internet aonde o mercado não vai

Luís Osvaldo Grossmann e Pedro Costa ... 23/11/2016 ... Convergência Digital

O BNDES terá uma linha de crédito para financiar a implantação de redes de acesso a internet em regiões sem atratividade econômica – ou seja, onde as operadoras não iriam normalmente. Chamada de ‘conectividade inclusiva’, a linha deverá contar com recursos de R$ 1 bilhão para operadoras, mas também para provedores regionais de internet e deverá estar disponível no primeiro trimestre de 2017. A informação foi dada no Painel Telebrasil, realizado em Brasília, nesta quarta-feira, 23/11.

“A linha que a gente esta desenhando é destinada a investimentos em regiões ou cidades em que a viabilidade econômica requer financiamento um pouco mais barato. A intenção é viabilizar investimentos que com recursos tradicionais aquelas localidades não receberiam, para implantação de redes em regiões em que meu funding de TJLP vai fazer diferença”, explicou a chefe do departamento de tecnologia da informação do BNDES, Irecê Kauss.

A mesma linha, ainda em discussão com a direção do banco, também será destinada implantação de banda larga de unidades básicas de saúde e escolas públicas, em conexões “de banda muito alta”, indicou. A partir do sinal verde da direção do BNDES, a linha vai estabelecer os critérios de seleção das cidades e formas de verificar o cumprimento dos compromissos assumidos.  “Se estou fazendo empréstimo para conectar uma escola, vou precisar da comprovação de que foi conectada e da velocidade”, disse Irecê Kauss. Assistam a entrevista exclusiva com a executiva do BNDES.


Internet Móvel 3G 4G
Brasil já contabiliza mais de 1 smartphone ativo por habitante

Maioria dos brasileiros - 70% - prefere o celular inteligente para acessar à Internet. Em maio, o País terá 306 milhões de dispositivos portáteis em uso, somando smartphones, notebooks e tablets.

Nextel vai pagar R$ 68 milhões pela migração de SME para SMP

Conta diz respeito à adaptação das outorgas na faixa de 800 MHz, ainda em 2015. Valor inicialmente previsto era de R$ 411 milhões.

Teles: bloqueio após o fim da franquia não afronta o Marco Civil da Internet

Em nota oficial, o SindiTelebrasil diz que a "A PROTESTE insiste em querer fazer prevalecer a sua interpretação equivocada sobre a legislação aplicável à Internet".

Oi desembolsa R$ 51 milhões para pagar cerca de 500 credores

Operadora pagou as credores que fizeram a escolha da opção de pagamento em fevereiro. "Este é mais um passo no cumprimento da recuperação judicial", afirma o presidente da companhia, Eurico Teles.

Fox obtém vitória na Justiça do Uruguai e tenta replicar no Brasil decisão contra pirataria

Segundo um relatório da NetNames, de 222 milhões de usuários da internet na América do Sul, 110 milhões acessam conteúdos piratas.

Anatel impõe ligação gratuita à Oi em orelhões em 12 estados

Anatel já adota a medida há seis anos, quando verificou que aproximadamente metade dos orelhões do país não funcionava.

Preterida pelas teles, faixa de 450 MHz está na mira do setor elétrico

Elétricas e Anatel discutem destinação desta e outras faixas em caráter primário para as empresas de utilities. “Precisamos de 10 MHz. E pelo menos seis fornecedores no Brasil têm equipamentos em 450 MHz e outras faixas”, diz Ronaldo Santarem, da UTC AL.


Veja a revista do 61º Painel Telebrasil 2017
Revista do 61º Painel Telebrasil 2017
A edição de 2017 do Painel Telebrasil enfatizou a necessidade de atualização do modelo de telecomunicações e a definição de uma agenda digital para o País.

Painel Telebrasil 2017 - Cobertura Especial ConvergênciaDigital


Clique aqui e acompanhe a cobertura completa do Painel Telebrasil 2017

  • Copyright © 2005-2018 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G