Home - Convergência Digital

Brasil perdeu o direito de errar com a formação dos jovens

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo* - 03/07/2018

No Brasil, apenas 10% dos jovens entre 15 e 17 anos recebem educação técnico-profissional. Enquanto isso, no Japão, são 70%, o mesmo índice da Finlândia. Na Áustria, são 76%. “É preciso mudar a matriz, ver a educação como fator principal da competitividade”, disse o diretor-geral do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Rafael Lucchesi.

A preparação dos trabalhadores para atuar em um modo de produção diferente do atual é o principal obstáculo para o Brasil embarcar na onda da indústria 4.0. Enquanto algumas profissões devem ser extintas, outras vão exigir um tipo diferente de formação e de treinamento, sem necessariamente a obrigatoriedade de uma faculdade.

Dados do Ministério do Trabalho mostram que o profissional de nível técnico pode alcançar uma remuneração até maior do que a de determinadas áreas que exigem formação superior, como jornalismo e economia. Profissionais técnicos de áreas como eletromecânica, química e energia com um ano de casa ganham na faixa de R$ 7,2 mil, segundo o Relatório Anual de Informações Sociais (Rais) do Ministério do Trabalho, base de 2016. Trabalhadores com dez anos de experiência atingem salários de R$ 10 mil.

Para Lucchesi, o Brasil não pode errar mais. "Já ficamos para trás na transformação que houve na terceira revolução industrial, a da microeletrônica”, disse o diretor-geral do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Rafael Lucchesi. Uma pesquisa da Confederação Nacional da Indústria mostra que o segmento está muito atrasado.

Segundo o levantamento, 77,8% das empresas ainda estão nos estágios mais atrasados de aplicação de tecnologia. Em metade delas, o uso das tecnologias de informação e comunicação (TIC) é apenas pontual. A outra metade está um passo adiante, usando as TICs, mas com integração de apenas algumas áreas. No estágio seguinte, no qual a integração de áreas é total, estão 20,5% das indústrias pesquisadas. E apenas 1,6% está na fronteira, com integração digital total e uso de inteligência artificial.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

15/08/2019
MediaTek quer levar Inteligência Artificial para o consumidor em IoT

08/08/2019
CPqD desenvolve plataforma open source de IA voltada ao agronegócio

07/08/2019
Há uma demanda enorme por profissionais para Inteligência Artificial

02/08/2019
Serpro reabre consulta para comprar solução de inteligência artificial

01/08/2019
Brasileiro tem pé atrás com as inovações da Inteligência Artificial

30/07/2019
Novas demissões são alerta para indústria eletroeletrônica

24/07/2019
Consumidor exige uso ético da Inteligência Artificial

18/07/2019
Duas em cada três empresas querem Inteligência Artificial para evitar ataques hackers

15/07/2019
Oi lança Joice, robô para atendimento aos clientes

10/07/2019
Governo adia decisão de zerar impostos em TICs até o dia 30 de agosto

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência de cultivar talentos para TIC no Brasil e no mundo

Por Breno Santos*

A transformação digital ainda é um desafio para muitas empresas no Brasil e a aplicação estratégica das novas soluções deve acontecer por meio de equipamentos e mão de obra qualificada.

Destaques
Destaques

TICs vão demandar 700 mil novos profissionais na Indústria em cinco anos

Dados são do Mapa do Trabalho Industrial, feito pelo SENAI, que indicam ainda a urgência na qualificação de 10,5 milhões de trabalhadores em ocupações industriais por conta da indústria 4.0. Um dos especialistas em alta é o condutor de processos robotizados, com um incremento de 22% no número de vagas.

Técnicos são os que mais procuram especialização em Big Data

Cursos voltados para desenvolvimento Full Stack e Segurança Cibernética também são bastante demandados. No caso do big data, dos alunos formados nesta área, 45% possuem mais de 10 anos de experiência (sênior); 36% até nove anos (pleno) e 19% até três anos (recém-formados).

Agile reescreve a carreira do desenvolvedor de software

Ao mudar a entrega dos serviços – quebrando a prática dos longos projetos –, a metodologia também exige novos profissionais.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site