INOVAÇÃO

Brasil tem cinco finalistas em prêmio internacional de Cidades Inteligentes

Convergência Digital ... 21/11/2018 ... Convergência Digital

O Brasil teve cinco projetos finalistas no Smart City Awards, prêmio mundial que reconhece as melhores iniciativas relacionadas às cidades inteligentes e que é entregue anualmente durante o Smart City Expo World Congress, o maior evento sobre cidades inteligentes do mundo, realizado semana passada em Barcelona.

O grande vencedor foi a cidade de Cingapura, que implementou soluções tecnológicas como aplicativos que permitem a interação entre os cidadãos e o governo, algoritmos que visam a otimizar as rotas do transporte público, análise de dados preventiva que evita vazamentos e que também é capaz de colaborar para o planejamento urbano ao trazer os locais de trabalho próximos às residências.

As prefeituras de Curitiba, Joinville, Sorocaba e Aracaju e o Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA) concorreram em cinco diferentes categorias e tiveram seus projetos selecionados entre mais de 473 propostas de governos, empresas, centros de pesquisa e startups de 57 países. Apesar de não trazer troféus para casa, o Brasil superou em número de finalistas países como China, Reino Unido, Alemanha e Holanda. Só os EUA, com sete, tiveram mais indicações.

Curitiba concorreu na categoria Ambiente Urbano, com o programa Horta do Chef, que incentiva agricultores urbanos a venderem parte dos alimentos que cultivam a restaurantes de Curitiba. Atualmente, são 25 áreas cultivadas por cerca de mil famílias de produtores urbanos. Alguns chefs renomados da cidade participam como mentores dos produtores.

A cidade catarinense de Joinville concorreu na categoria Cidades inclusivas e compartilhadas, com o projeto Join.Valle que visa estimular o ecossistema de inovação e aumentar a competitividade econômica da cidade. Já a paulista Sorocaba foi finalista entre as melhores iniciativas de mobilidade urbana do mundo por meio do projeto do VLT que ainda está em fase de construção. A capital do Sergipe, Aracaju, esteve entre os melhores na categoria de governança e finanças com um projeto de digitalização de documentos públicos.

Já o ITA, de São José dos Campos, concorreu na categoria de Ideias Inovadoras com o desenvolvimento de um sistema computacional capaz de integrar dados que colaboram nos trabalhos de urgência e emergência de motociclistas acidentados.

Nessa edição do evento, prefeitos, gestores públicos, executivos e empresários integraram a comitiva de 50 brasileiros levados a Barcelona para conhecer soluções ligadas às cidades inteligentes pela empresa iCities e pela Global Business.


Cloud Computing
Orçamento e liminar travam planos do Governo para uso da nuvem

Sem recursos, somente quatro dos 12 órgãos que participaram do pregão já assinaram contrato para uso da nuvem pública do governo federal. Mas dois órgãos, que não estavam no escopo inicial, já solicitaram a autorização de adesão à nuvem.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

DBServer: competitividade exige uma nova maneira de fazer software

Ao completar 25 anos, a companhia gaúcha investe em novas tecnologias, entre elas, Blockchain, com o lançamento, em setembro, de um projeto dedicado à área de saúde, conta Verner Heidrich.

Serviços de voz estão mais vivos do que nunca na jornada digital

Quem pensa que os serviços de voz serão secundários está cometendo um erro, pontuou Douglas Silva, executivo da AWS. "Acreditamos que nos próximos 24, 36 meses a voz vai evoluir de apenas serviço informacional para transacional".

Febraban: o céu é o limite para modelos de negócios com blockchain

A blockchain bancária é ainda uma produção pequena, mas é um marco para o setor, observa o diretor setorial de Tecnologia da Febraban, Gustavo Fosse. Sobre o Open Banking, a única certeza é que ele vai vir e já no ano que vem.

Distributed Ledger: open source e blockchain unem esforços

Para o diretor de DCX das Capgemini, Thiago Nascimento, a tecnologia de livro-razão (Distributed Ledger) será disruptiva e exigirá a interoperabilidade do setor financeiro.

AWS vira aceleradora virtual de projetos voltados à educação no Brasil

Iniciativa, que foi lançada há dois anos nos EUA, já destinou US$ 2 milhões para startups e empresas de tecnologias da área educacional. Prazo para a análise de um projeto é de 12 dias. "É para fazer acontecer mesmo", disse o country manager do setor público da AWS, Paulo Cunha.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G