NEGÓCIOS

Especialista tributário sugere a adoção de um 'Simples' para TI

Ana Paula Lobo e Rafael Mariano ... 14/12/2018 ... Convergência Digital

Os serviços digitais geram mais complexidade à legislação tributária, afirma o especialista Marco Aurélio Grecco, membro associado da European Association of Tax law Professors, aproveitou a sua participação no 32º Seminário ABDTIC, realizado nos dias 10 e 11 de dezembro, para fazer uma proposta: a discussão sobre a adoção de um sistema de pagamento de impostos, semelhante ao Simples, para as empresas de TI.

"Não estou propondo uma unificação de tributos, mas, sim, a unificação do recolhimento. É uma simplificação do processo. É facilitar a vida do contribuinte de pagar uma vez e ficar tranquilo que pagou todos os tributos devidos. E também permitir ao Fisco se programar e saber o que vai arrecadar. Na prática, a indefinição leva ao confronto e todos nós sabemos que eles não são bons para ninguém, nem para quem deve, nem para quem tem a receber", afirmou Marco Aurélio Grecco.

O especialista diz que a evolução dos serviços digitais determina um momento complexo e não dá para ficar apenas reclamando. No caso de Internet das Coisas, por exemplo, Grecco observa: "uma geladeira conectada à Internet vai continuar sendo uma geladeira. O automóvel autônomo continuará sendo um automóvel. E nem estamos ainda discutindo a questão de tributos sobre coleta de dados e uso de informações, o que certamente será uma realidade mais à frente. Por isso sugiro o regime simplificado", detalhou.

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, Marco Aurélio Grecco admitiu que há dificuldades para ter o novo modelo sugerido. "O primeiro deles é o de aceitar a ideia. Mas reitero: a situação está complexa demais e estou convencido que é viável ter esse modelo como o foi o Simples há 10 anos". Assistam a entrevista com o professor Marco Aurélio Grecco.


#apoieojornalismoespecializado é prorrogada até 31 de julho

Campanha foi estendida como agradecimento aos apoiadores: ABERT, ABES, Abinee, Abranet, Abratel, Abrint, ABTA, Algar, Assespro, Associação Neo,Brasscom, Brisanet, Cisco, Claro, Commscope, CPQD, Embratel Claro, Ericsson, F5, Feninfra, Fitec, Futurecom 2020, Highline, Huawei, Infobip, Intel, Kryptus, Mercado Livre, mobi2buy, PadTec,
Positivo Tecnologia, NIC.br, Oi, RNP, SAS, SindiTelebrasil, Stefanini,
Surf Telecom, Sky, Take, TelComp, TIM ,  Vero Internet, Viasat, Vivo e WDC Networks. 
A #apoieojornalismoespecializado une os veiculos - Convergência Digital, Mobile Time, Tele.Síntese, Teletime e TI Inside. Participe. Venha fazer parte do time que apoia o jornalismo especializado.

Stone que ir além das 'máquininhas', mas demite 1.300 para enfrentar crise do Covid-19

Empresa de meio de pagamentos quer investir em serviços financeiros e em ferramentas de vendas online. Em abril, a companhia, em parceria com o Grupo Globo, lançou a TON, voltada para trabalhadores autonômos.

Covid-19 fez produção da indústria eletroeletrônica recuar 9,1% em março

Abinee adverte que no mês de abril haverá uma nova queda, provavelmente ainda mais aguda, por conta das medidas de isolamento social.

#apoieojornalismoespecializado

Ação inédita une o Convergência Digital, o Mobile Time, o Tele.síntese, o Teletime e a TI Inside para uma campanha integrada para chamar a atenção para a relevância e o papel do jornalismo especializado setorial. O movimento é para financiar os esforços jornalísticos durante esse período de pandemia de Covid-19. Saiba quais são as empresas que já aderiram à nossa iniciativa e estão ajudando o jornalismo especializado.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G