INOVAÇÃO

Quase 200 programadores criam algoritmo para localizar vítimas de Brumadinho

Ana Paula Lobo* ... 28/01/2019 ... Convergência Digital

Em pouco menos de 48 horas, 194 desenvolvedores estão trabalhando para aperfeiçoar um algoritmo - em código aberto - que por meio da latitude da pessoa desaparecida correlaciona o sinal do celular com o fluxo da lama despejada na região. "As operadoras têm os dados, mas têm restrições para repassa-los, mas elas podem usar nosso algoritmo, criado a partir de uma demanda da equipe de gerenciamento de crise da Vale", diz Diego Oliveira, da BirminD, responsável pelo código do algoritmo.

A startup foi uma das 150 empresas que atendeu a convoccação feita pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI)  para ajudar nas ações de resgate em Minas Gerais. O algoritmo permanecerá aberto e o objetivo é crfiar uma aplicação nacional, baseada em código aberto, para ser usada em tragédias de grande porte.  Outras startups também aderiram ao apelo da ABDI.

Uma delas é a Nong, que atua com serviço de monitoramento por drones. "A partir das fotos, nós geramos vários mapas. Com essas informações, podemos calcular a declividade do terreno e entender todo o relevo. Em uma operação de resgate, conhecer a declividade é fundamental, podemos direcionar a melhor entrada e como andar no terreno", conta Gabriel Postglione. As câmaras multiespectrais, embarcadas nos drones, permitem o desenho preciso do terreno. Segundo Postiglione, os equipamentos também poderiam ajudar na visualização do local. "As câmeras, voando a 200 metros, conseguem observar, com boa resolução, objetos à cinco centímetros do chão", relata.

Uma outra startup disponibilizou tecnologia para limpeza da água. A O2eco já aplicou a solução no Rio Doce depois do rompimento da barragem de Mariana, em 2015. "Colocamos uma placa de cera com nano minerais. A placa estimula a criação de bactérias que propiciam a limpeza do rio", explica o sócio fundador da startup, Joel de Oliveira Junior.

Com o uso da tecnologia, uma bactéria que se reproduz 8 mil vezes a cada dez horas, passa a fazer esse mesmo processo 8 milhões de vezes no mesmo período. "A solução acelera um processo natural. No Rio Doce, o alumínio teve uma queda de presença na água em 82%, depois de cinco semanas". O processo de limpeza começa a dar resultado aproximadamente cinco semanas depois da colocação das placas. A vida útil da tecnologia, aplicada em um rio, é de três a nove meses.

De acordo com a ABDI, todas as informações vindas pelas startups estão sendo compiladas e repassadas para as autoridades competentes. "Estamos apelando ao espírito solidário do nosso ecossistema de empreendedorismo e inovação para um verdadeiro mutirão cívico de ajuda à cidade de Brumadinho", completa Guto Ferreira.

*Com informações da ABDI


Cloud Computing
Embraer cria sistema de big data e analytics com AWS e Claranet

Companhia criou o IKON, sistema para captação, armazenamento e análise de alto volume de dados para manutenção preditiva de aeronaves da família E-Jets. Com o novo produto, a coleta automática de dados passou de 12 dias para um processo imediato, garantindo que os dados estejam prontos para serem analisados ​​5 minutos após sua geração na aeronave.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Arquitetura distribuída: uma tendência que vai chegar ao Brasil

Na China, conta Daniel Leung, chefe de Fintechs e Arquitetura na Forms Syntron, ao trocar a arquietura tradicional pela distribuída, um banco ficou apto a suportar até 100 milhões de contas correntes.

Adarsh Kumar, Capgemini: open banking é transformador, mas dados pertencem aos clientes

O open banking vai mudar o modelo de serviços bancários, afirma o CTO e líder de cibersegurança para a América Latina da Capgemini.

Bradesco: Next não vai 'matar' o banco tradicional

O diretor-presidente do Bradesco, Octavio de Lazari Junior, garante que os dois modelos de negócio irão conviver, mas admite que as agências físicas vão mudar de perfil. Também revela que o Next mira um público mais jovem.

Brasileiro quer dar adeus às senhas com o uso maior da biometria

Sonho de consumo, revelado em estudo da IDEMIA, é de usar biometria para pagamentos online e para acessar ambientes dentro da própria casa. Brasil desponta em primeiro lugar no uso da biometria pela impressão digital, mas despenca posiçoes no uso do reconhecimento facial.

Com novo aporte de US$ 150 milhões, Loggi é o mais novo unicórnio brasileiro

Startup voltada para entregas expressas atingiu valor de US$ 1 bilhão com nova rodada de investimentos. Empresa afirma que vai montar uma equipe com mais de 1000 desenvolvedores para ser referência mundial em Inovação.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G