Home - Convergência Digital

Huawei e Inatel abrem inscrições para Fábrica de Talentos 2019

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 18/02/2019

A real transformação digital do Brasil não acontece apenas com equipamentos, mas principalmente nas mentes de quem pode estar preparado para executar as tarefas que as tecnologias atuais exigem. E para concretizar o seu papel de protagonista para qualificar a mão de obra no setor de telecomunicações, a Huawei do Brasil, líder global em soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), realiza programas especiais de treinamento com instituições educacionais renomadas em todo o país.

É o caso do Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel), com quem a Huawei tem o programa Fábrica de Talentos. Em uma parceria de 16 anos, só em 2018 foram mais de mil alunos beneficiados com o compartilhamento de conhecimento e de tecnologias. A partir das mais diversas iniciativas, surge então a necessidade de se desenvolver o programa Fábrica de Talentos, que visa formar mão de obra qualificada para o mercado de TIC. Em vigência deste 2017, este programa foi pensado exclusivamente para o Inatel, e é coordenado pelo Competence & Innovation Development Center (CIDC), centro inaugurado pelo Inatel e Huawei.

Em 2018, as cinco edições do projeto ao longo do ano receberam 129 inscritos, 76 dos quais aprovados para a fase de estágio remunerado. Após a conclusão do programa e já graduados, 56 estudantes (74% dos aprovados) conseguiram colocação profissional na própria Huawei, em seus parceiros ou no CIDC. Com cerca de cem pessoas, entre engenheiros e estagiários, os especialistas atuam principalmente no desenvolvimento de competências e de soluções de redes de comunicação móvel para operadoras de todo o Brasil.

"Os resultados do Projeto Fábrica de Talentos, ao longo dos anos, fazem parte da missão da Huawei de ser parceira da transformação digital local e de estar no Brasil para o Brasil. E não apenas com equipamentos, mas também qualificando mão de obra e contribuindo para que estudantes e profissionais da área de telecomunicações tenham mais oportunidades no mercado de trabalho", concluiu Breno Santos, Diretor de Serviços da Huawei Brasil.

Fábrica de Talentos 2019

Em 2019, a Fábrica de Talentos abre inscrições neste primeiro semestre, com 60 vagas de estágio remunerado. Os interessados devem acessar o site do Inatel (www.inatel.br) no período entre 18 a 24 de fevereiro e seguir as instruções para a inscrição.

Além da alta taxa de efetivação profissional, a Fábrica de Talentos amplia os horizontes de seus participantes. "Tive uma grande aprendizagem e as teorias dos cursos oferecidos têm foco profissional, o que ajudou a aplicá-las no mercado de trabalho", declara Ludmila Alves Pereira, aluna do oitavo período de Engenharia de Telecomunicações, que passou pelo Programa em 2018 e já tem colocado em prática o conhecimento adquirido em sala de aula.

Para Ludmila, o projeto ainda proporcionou a oportunidade de estagiar no CIDC com o time de Rádio Frequência. "E, com esse estágio, aumento meu networking, pois possuo contato com engenheiros já formados e ex-alunos que trabalharam fora ou em outras unidades da Huawei", acrescentou a estudante.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

11/04/2019
Procuram-se gerentes de transformação digital no Brasil

21/03/2019
Empresas brasileiras tiram nota vermelha na adequação à transformação digital

01/03/2019
Se a transformação digital falhar, a culpa é 100% da TI

18/02/2019
Mais de 30% das empresas brasileiras admitem não proteger dados de clientes e funcionários

18/02/2019
Quatro entre 10 empresas são 'preguiçosas digitais'

18/02/2019
Huawei e Inatel abrem inscrições para Fábrica de Talentos 2019

05/02/2019
Transformação digital: reter e atrair talentos redefine o Recursos Humanos

16/01/2019
Dell projeta a volta das compras de TI no setor público

16/01/2019
Next, do Bradesco, endossa multicloud na jornada digital

16/01/2019
Mais da metade das empresas brasileiras está muito longe da transformação digital

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O futuro do trabalho colocado à prova

Por Luiz Camargo*

Novas profissões exigem também novas habilidades para acompanhar a revolução digital. Os novos empregos certamente irão demandar habilidades analíticas, matemáticas e digitais, com um toque de neurociência.

Destaques
Destaques

STF anula decisão do TST e reforça valor legal da terceirização

Decisão aconteceu em uma ação de uma atendente contratada pela Contax, prestadora de serviços de call center, para atuar como terceirizada na Telemar Norte Leste.

Mais de 60% dos brasileiros estão infelizes, mas têm medo de mudar de emprego

Estudo da Brands2Life, com o LinkedIn, traz um dado assustador: 80% dos brasileiros não se candidata para a vaga de trabalho que gostaria. Cerca de um terço dos profissionais deixa de se candidatar a uma nova vaga por falta de confiança na sua própria capacidade.

Serviços de TI e de Telecom podem ser 100% terceirizados no Governo Federal

Também foi incluída na lista divulgada pelo governo Federal o serviço de teleatendimento. Decisão está publicada na portaria 443/2018.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site