Home - Convergência Digital

Anatel agenda leilão do 5G para março de 2020

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo* - 27/02/2019

As frequências 5G - em 3,5GHz, 2,3GHz e uma sobra de 10 Mhz + 10 Mhz no 700 Mhz - já têm data para serem vendidas no Brasil: março de 2020, segundo informou o presidente da Anatel,Leonardo Morais, nesta quarta-feira, 27/02, durante o Mobile World Congress, que acontece em Barcelona e que reúne mais de 100 mil pessoas.

"Já informo a data para dar previsibilidade ao mercado. A consulta pública sai no 2º semestre para que o ecossistema possa ajustar todas as suas questões", reforçou Morais. A Anatel defende que o leilão 5G se preocupe mais com a cobertura e com a qualidade de serviço e menos com a questão arrecadatória.

Mas isso não significa que as operadoras não terão metas e/ou exigências. Segundo o presidente da Anatel, a ideia é que ao comprarem faixas mais baixas - como o 100 Mhz de 2,3GHz e mesmo no 3,5GHz que teria, em tese 50 Mhz para cada uma das operadoras em atuação no Brasil, tenham que cumprir metas de capacidade e de entrega de serviços.

"Sabemos que com a divisão que se quer fazer, cada operadora poderá ficar com de 50 Mhz a 80 Mhz, mas temos que lembrar que não é muito difereente do que está sendo ofertado às operadoras em países como Estados Unidos e China", reforçou. O presidente da Anatel também adiantou que há uma expectativa de destinar mais de 200 Mhz para banda larga móvel a partir do refarming da faixa de 3,4GHz.

As frequências milimétricas- consideradas milionárias e que devem gerar, segundo a GSMA, pelo menos US$ 20 bilhões, não estão no radar ainda. O Brasil tenderia pela faixa de 26 GHz, mas os estudos da área técnica estão acontecendo, mas não para o curto prazo. Sobre a faixa de 450 Mhz - que está com as operadoras por conta do leilão do 2,5GHz - Morais diz que o Conselho Diretor precisa tomar uma decisão rápida. "Se as operadoras vão ter ou não de devolver as faixas para que definamos logo uma estratégia". O tema está no conselho, mas recebe sempre um pedido de vista.

*Ana Paula Lobo viajou a Barcelona a convite da Huawei do Brasil

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

24/06/2019
Huawei: "Vamos manter os altos investimentos em 5G"

18/06/2019
Mastercard: pagamento instantâneo acirra 'guerra das maquininhas'

18/06/2019
Unisys: nenhum dispositivo, nenhum software, nenhum usuário é confiável

18/06/2019
Banestes investe na nuvem para vender serviços digitais em todo o Brasil

18/06/2019
"Somos obcecados pelo cliente", diz Cleber Morais, da AWS Brasil

17/06/2019
Nuvem é motor do crescimento futuro da Huawei

17/06/2019
Serasa Experian: na corrida de gato e rato da segurança, software faz a diferença

17/06/2019
Embratel: multicloud dá liberdade para o cliente escolher a nuvem que quer

17/06/2019
Banco do Brasil usa IoT na gestão dos ativos de terminais de autoatendimento

14/06/2019
Unisys: empresa que ainda enxerga TI como despesa corre sério risco de desaparecer

Destaques
Destaques

Para injetar R$ 200 bilhões na economia, IoT tem de ficar livre das amarras tributárias

Relator da proposta de tributo zero para Internet das Coisas, deputado Eduardo Cury, do PSDB/SP, disse que o setor precisa municiar o Parlamento com dados para convencer à Casa a conceder a desoneração.

5G exige muito espectro para entregar tudo que se espera da tecnologia

Anatel, indústria e teles sustentam que a nova onda tecnológica só vai atender as demandas esperadas se tiver frequência suficiente para melhorar os serviços.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

O potencial pouco explorado da Internet das Coisas

Por Daniel Kriger*

A grande mudança que a Internet das Coisas (IoT – Internet of Things) trará para a vida das pessoas está além da facilidade de se preparar um café, programar um banho quente ou economizar na conta de luz. Dar conectividade a objetos e abrir espaço para comandos inteligentes em inúmeras tarefas do dia a dia é um dos principais propósitos de IoT. Mas não é só isso.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site