TELECOM

Pontes: É preciso construir consenso sobre novo marco legal de telecom

Luís Osvaldo Grossmann ... 28/03/2019 ... Convergência Digital

Depois de reuniões com o presidente do Senado, com o presidente da comissão de Ciência e Tecnologia e, agora, com a relatora do projeto de lei que altera o marco legal das telecomunicações, o ministro Marcos Pontes revelou que será preciso voltar à Casa em busca de consenso para a votação do PLC 79/16.

“Estive com a relatora [a senadora Daniella Ribeiro, PP-PB] e ela é extremamente sensata, inteligente, no sentido de estudar direitinho o projeto. É um programa bom para o país, mas tem que ficar no consenso. Preciso vir ao Senado para falar do PLC”, afirmou o ministro nesta quinta, 28/3, depois de participar de audiência conjunta nas comissões de C&T e de relações exteriores.

Pontes insistiu no “consenso” por defender que o projeto seja aprovado como saiu da Câmara, pois alterações no Senado obrigam nova deliberação pelos deputados. “Existe a necessidade de aprovar sem alterações para que ele não volte para a Câmara”, frisou.

 “O texto está num ponto muito bom. E a gente precisa explicar cada um desses itens para que todos entendam e tenha o consenso para poder passar de uma maneira eficiente. As dúvidas que a senadora tinha o setor técnico explicou. E essas conversas vão continuar e tudo vai ficar esclarecido e resolvido”, revelou o ministro.


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Silêncio positivo para antenas passa na MP da Liberdade Econômica, mas não como o mercado esperava

Serão os órgãos públicos- os responsáveis pela burocracia excessiva e que restringem a liberação da implantação - os responsáveis por determinar um prazo máximo de resposta. MP da Liberdade Econômica também mexeu em pontos da Lei trabalhista.

Unifique compra provedor Internet em Santa Catarina

Aquisição faz parte da estratégia da Telecom catarinense de ampliar sua área de expansão e conquistar 1 milhão de residências até 2025. Unifique, hoje, atende a 116 municípios do Estado de Santa Catarina.

Anatel tem quatro vagas para comitê de defesa dos usuários

São três vagas para representantes de usuários ou entidades de defesa do consumidor, além de uma para representante de entidades de classe de prestadoras de serviços de telecomunicações.

Huawei confirma investimento de R$ 3,2 bilhões até 2022 em São Paulo

Em comunicado, a fabricante chinesa diz que o aporte de US$ 800 milhões (R$ 3,2 bilhões) acontecerá a partir de 2020 e engloba diversas iniciativas desde o suporte para a capacitação profissional de jovens em TICs até a manufatura de celulares 5G.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G