SEGURANÇA

Vivo incorpora mecanismo antirroubo em serviço de segurança digital

Convergência Digital* ... 28/03/2019 ... Convergência Digital

A Vivo amplia oferta de segurança digital e anuncia uma parceria com a McAfee para oferecer o serviço “McAfee Segurança Móvel”, que reúne diferentes funcionalidades para aumentar a proteção e a privacidade de smartphones, tablets e computadores, além de auxiliar na otimização e desempenho desses dispositivos. O serviço pode ser contratado por qualquer cliente com celular Vivo interessado em proteger seus dispositivos e a mensalidade é paga direto na fatura ou com créditos pré-pagos, de forma fácil e prática.

O serviço conta com antivírus que protege todos os dispositivos com conexão à internet de ameaças digitais, arquivos infectados e invasores. Também oferece uma navegação segura, graças à funcionalidade “Browser Seguro”, que emite alertas sobre sites e arquivos que apresentem risco. O recurso de proteção antirroubo também merece destaque. Se alguém tentar desbloquear um celular que possua o aplicativo, o “McAfee Segurança Móvel” automaticamente aciona a câmera do aparelho, que tira uma selfie da pessoa e envia a imagem para o e-mail cadastrado previamente pelo cliente. O serviço também permite ao usuário rastrear, localizar o celular e disparar um alarme remotamente. Além disso, é possível bloquear o celular e apagar dados específicos do aparelho, ou retornar à configuração de fábrica, além de impedir que sejam desinstalados aplicativos do dispositivo.

Outros benefícios do aplicativo “McAfee Segurança Móvel” são: evitar spam e propaganda indesejada; e controlar o acesso a conteúdo (com o Modo Kids, pais controlam o acesso de crianças a apps seguros e apropriados). O serviço também protege dispositivos de roubo de informações e permite ao assinante proteger conversas e mensagens particulares e bloquear o acesso a aplicativos com conteúdo confidencial.

Para otimizar o desempenho do celular, o “McAfee Segurança Móvel” monitora o status do aparelho e propõe ações que podem ser tomadas pelo assinante, como remoção de arquivos e de apps indesejados, entre outras. O serviço também aumenta a durabilidade da bateria do aparelho, graças ao recurso “aprimoramento de bateria”.

O “McAfee Segurança Móvel” é compatível com tablets e smartphones Android e iOS, além de computadores com MacOS ou Windows. O serviço é oferecido em três opções de mensalidade com preços especiais para clientes Vivo, que variam conforme o número de licenças - cada licença protege um dispositivo específico: R$ 4,99/mês (1 licença); R$ 8,99/mês (até 5 licenças) e R$ 14,99 (até 10 licenças). Para contratar, é só acessar a Vivo App Store (https://vivo.tl/mcafee) ou enviar um SMS com a palavra MENU para 7020.


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

Custo médio de uma violação de dados é de R$ 5,4 milhões no Brasil

Empresas brasileiras levam em, média, 250 dias para identificar a violação dos dados. De acordo com o diretor de Cibersecurity da IBM, João Rocha, as organizações enfrentaram a perda ou o roubo de mais de 11,7 bilhões de registros nos últimos três anos. Ataques maliciosos custam mais do que as violações por falhas humanas.

Em maio, Brasil teve mais de 140 milhões de ameaças disseminadas por e-mail

País fica no top 3 do ranking mundial, perdendo apenas para os Estados Unidos e a China, revela estudo feito pela Trend Micro.

Duas em cada três empresas querem Inteligência Artificial para evitar ataques hackers

Quase 70% das corporações admitem que não serão capazes de responder aos ataques cibernéticos sem o uso da IA. O levantamento global da Capgemini revela ainda que uma em cada cinco empresas admitem o impacto dos hackers e um prejuízo significativo nos negócios.

Ransomware Sodin ataca vulnerabilidade desconhecida do Windows

Ransomware adota uma técnica chamada de 'Heaven's Gate', que permite um programa mal-intencionado executar código de 64 bits de um processo em execução de 32 bits, o que não é uma prática comum e mais incomum em ransomware, alerta a Kaspersky.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G