Home - Convergência Digital

Inteligência emocional faz a diferença na escolha do profissional de TIC

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo - 01/04/2019

O jovem que quer trabalhar com TICs precisa, sim, ter a formação que o curso técnico e a graduação oferecem, mas é essencial que esses jovens desenvolvam a competência comportamental, sustenta a gerente de Recursos Humanos da Huawei Brasil, Amália Silva. Segundo ela, saber trabalhar em equipe é obrigatório.

"O conhecimento técnico permite entrar numa empresa, mas lidar com a inteligência emocional mantém o emprego, em especial, aqueles que estão no mundo da Tecnologia ", adverte a executiva, que participou no dia 29 de março, da apresentação dos seis finalistas brasileiros da Huawei ICT Competition. Esses alunos vão para a semifinal no México e, se passarem, vão para a final da disputa, em maio, na China.

Amália Silva admite que cabe às empresas buscarem as universidades. "Nós temos de dizer para as universidades o que queremos do profissional que está sendo lapidado. Temos de fazer muito mais para criar esse vínculo com as universidades", observa. Assistam a entrevista com a gerente de Recursos Humanos da Huawei Brasil, Amália Silva.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

15/07/2019
SAP Brasil: Nuvem descomplica ERP para a transformação digital

12/07/2019
Imposto zero para IoT está na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara

12/07/2019
Profissional do futuro é atento, curioso e despreza a zona de conforto

05/07/2019
BRF faz transformação digital e consumidor ganha voz de decisão

05/07/2019
DBServer: competitividade exige uma nova maneira de fazer software

04/07/2019
Guardião Cibernético testa reação a ataques contra redes de telecom

04/07/2019
Anatel usa simulação de ataque para incrementar regras de cibersegurança

03/07/2019
Embargo dos EUA à Huawei pesa no bolso e reduz o lucro da Samsung

03/07/2019
Universidade da Áustria cria bolsas de estudo exclusivas para mulheres de TICs

02/07/2019
Cidade canadense caça talentos brasileiros de TI

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O futuro do trabalho colocado à prova

Por Luiz Camargo*

Novas profissões exigem também novas habilidades para acompanhar a revolução digital. Os novos empregos certamente irão demandar habilidades analíticas, matemáticas e digitais, com um toque de neurociência.

Destaques
Destaques

Detox digital:"Empresas precisam descer do salto e entender as pessoas", diz executivo da BRQ

O chefe de Pensamento Exponencial da BRQ Digital Solutions, René de Paula Jr., defende que as pessoas precisam ficar offline. “As pessoas precisam sair das telinhas e viver."

Agile reescreve a carreira do desenvolvedor de software

Ao mudar a entrega dos serviços – quebrando a prática dos longos projetos –, a metodologia também exige novos profissionais.

Banco Itaú monta estratégia para reter os melhores profissionais

O uso da metodologia Agile transformou o processo de negócios, e o desafio é conquistar e fidelizar os melhores especialistas, pontua o superintendente de Governança de Arquitetura, Processos e Práticas de TI do Itaú, Cecílio Cosac Fraguas.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site