GESTÃO

TSE negocia com Dataprev cruzamento de dados biométricos dos cidadãos

Convergência Digital* ... 02/04/2019 ... Convergência Digital

O Tribunal Superior Eleitoral informou ter iniciado tratativas com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para o uso da base de dados do programa Identificação Civil Nacional na checagem de informações das pessoas cadastradas na Previdência Social. A base é a mesma que será utilizada para a emissão do Documento Nacional de Identificação (DNI), também conhecido como Identidade Digital.

A parceria, que visa à redução de fraudes previdenciárias, se dará a partir do compartilhamento dos dados biométricos dos cidadãos, que são únicos em cada indivíduo. O uso da tecnologia trará mais segurança aos beneficiários do INSS e reduzirá prejuízos bilionários do Instituto.

A Corte Eleitoral é a responsável pelo ICN, conforme determina a Lei n° 13.444/2017. Na última quarta-feira (27), o Comitê Gestor do programa, constituído por integrantes dos três Poderes, se reuniu no TSE e recebeu o presidente do INSS, Renato Vieira, e a presidente da Dataprev, Christiane Almeida Edington.

O presidente do INSS disse que o uso dos dados permitirá a verificação da identidade do beneficiário no momento da realização da perícia, apressará as informações sobre a morte de beneficiários e também irá facilitar a prova de vida, que hoje é realizada em dois meses. A presidente da DataPrev apresentou aos presentes os recursos tecnológicos disponíveis para a integração.

O juiz auxiliar da Presidência do TSE, Ricardo Fiorezze, explicou que, a partir do interesse dos órgãos públicos, a Corte usará os recursos tecnológicos mais atuais para possibilitar o compartilhamento das informações da identidade civil nacional. “Será construída uma infraestrutura que envolve hardware e software para permitir às instituições públicas, que tiverem interesse e atenderem aos requisitos tecnológicos de integração, previstos em resolução, se conectarem com a base de dados da Justiça Eleitoral”, afirmou o magistrado.

Fiorezze acrescentou que a infraestrutura do TSE terá capacidade de controlar, fiscalizar, conferir segurança e atender a esse tipo de demanda.

O programa ICN, além de auxiliar instituições públicas na verificação de informações, tem como missão emitir a Identidade Digital de todos os brasileiros. O objetivo do documento é individualizar os cidadãos para que sejam identificados com segurança e facilidade nas suas relações públicas e particulares. A Identidade Digital substituirá qualquer outro documento cujas informações estejam na base de dados da Justiça Eleitoral.

O documento será composto por dados biográficos (nome completo, gênero, estado civil, cor/raça, data de nascimento, nacionalidade/naturalidade e ocupação) e por dados biométricos, com o cadastro das impressões digitais dos dez dedos, da face e da assinatura dos indivíduos.

* Com informações do TSE


Gov.br completa um ano com 72 milhões de cadastros

Em doze meses de funcionamento do portal único do Governo, serviços digitalizados somam 65 milhões de solicitações. Até agora a iniciativa conta com apenas 50 istes do governo. A meta é unir os 1,5 mil existentes.

Sky é condenada por ligações indevidas e danos morais

Consumidora entrou na Justiça depois de receber uma série de ligações de cobrança sem ser a responsável pela aquisição do serviço da operadora. Multa imposta pela Justiça foi de R$ 12 mil.

Governo adota sistema do Serpro para vender imóveis 100% online

Governo criou o Portal de Imóveis da União, que já conta com 109 imóveis em sete estados. Outros 907 estão na fila. 

Receita lança chatbot exclusivo para o Telegram

Medida permitirá acesso a serviços relacionados ao CPF por parte dos contribuintes dos estados do Ceará, Piauí e Maranhão.




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G