INTERNET

Com aporte de R$ 750 milhões, Vero Internet vai às compras para ficar nacional

Ana Paula Lobo ... 19/06/2019 ... Convergência Digital

Resultado da união de oito prestadoras de serviços de banda larga de Minas Gerais - BD OnLine, NWNet, Efibra, PowerLine, G4 Telecom, Viaceu, ViaReal e City10 - a Vero Internet, por meio de aporte do fundo Vinci Partners, já avalia novas aquisições para ganhar capilaridade nacional. Mas o negócio tem uma diretriz traçada: ir para as cidades pequenas e médias sem serviço de banda larga. Em entrevista ao Convergência Digital, o presidente da Vero Internet, Fabiano Ferreira, diz que há entre R$ 500 milhões a R$ 750 milhões para viabilizar o projeto.

"Vamos chegar a 50 cidades em Minas Gerais até dezembro (Hoje são 39) e já temos uma rede de 2,4 mil Km de fibra óptica própria. Na verdade, em Minas já passamos de 100 mil clientes em fibra óptica e somos os maiores à frente da concorrência (Oi). Mas não queremos ser os primeiros. Nossa meta de chegar às pequenas e médias cidades é levar o serviço e ter como diferencial o atendimento ao cliente", conta Ferreira.

E atendimento ao cliente é diferencial para as aquisições que vão vir para dar à Vero Internet, a capilaridade nacional. "Estamos em negociações, mas o primeiro olhar nosso é no atendimento ao cliente onde essas empresas atuam", acrescenta Ferreira, sem querer, no entanto, dar prazo para anunciar novas compras. "É certo que elas virão", reforça.

No primeiro momento, a banda larga FTTH é o negócio central, mas para 2020, a Vero Internet vai entrar na oferta de plataforma de vídeo - não por TV de Assinatura. "Esse negócio não está na nossa demanda até pelo momento do setor", informa o executivo. Mas por parcerias com empresas do mercado - inclusive Netflix e Amazon Prime, mas também com plataformas voltadas à educação e ao fomento de negócios para as PMEs. "Banda larga leva desenvolvimento, especialmente, nas localidades onde vamos atuar, que não têm serviço algum", afirma Fabiano Ferreira.

O momento, agora, é o de unir as empresas - a Vero Internet está adotando o SAP Business One - e, até dezembro, as marcas das oito companhias que deram origem à empresa, vão desaparecer. "Vamos nos próximos seis meses conversar com os clientes e mostrar a Vero Internet e explicar a fusão dos negócios", sinalizou.

A Vero chega ao mercado com 750 funcionários, 140 mil clientes, distribuídos em 39 cidades mineiras, e 2,4 mil km de fibras ópticas até a residência dos clientes para oferecimento de acesso em banda larga fixa. A rede de fibra atende a 85% dos assinantes – o restante tem tecnologia de radiocomunicação. Nessas localidades, a Vero detém a liderança, com 31%, em média, de participação de mercado.

"Ainda tem muita oportunidade para crescer. Nessas cidades, banda larga é como água e energia elétrica, uma necessidade mesmo", afirma o presidente da companhia, Fabiano Ferreira. Para o executivo, com a tendência de crescimento do mercado, há pelo menos 15 milhões de novos usuários de banda larga para serem conquistados nos próximos cinco anos.




Internet fica com 47% dos gastos com publicidade

Segundo a consultoria Zenith, parte do grupo francês Publicis, até 2021, rede vai deter 52% dos gastos totais com propaganda, que neste ano devem crescer 4,6%. 

Cade arquiva processo contra o Google por práticas anticompetitivas no ecommerce

A acusação partiu da E-Commerce Media Group Informação e Tecnologia, dona dos sites Buscapé e Bondfaro. Segundo a empresa, o Google estaria “raspando” avaliações de produtos que clientes para exibi-las como conteúdo no Google Shopping.

Dados pessoais são "de pessoas" e a LGPD não vai matar os negócios

Os advogados Paulo Vidigal, do Opice Blum Associados, e Fernando Bousso, do Baptista Luz Associados, advertem: a venda de base de dados é proibida hoje e seguirá proibida com a LGPD.

Oi amplia vantagem contra TIM e NET no ranking da Netflix

No mês de maio, a Oi ficou à frente das rivais na banda larga por fibra óptica com velocidade média de 4,04 Mbps. A tele está na primeira posição  no ranking da OTT há quatro meses.

STJ: Provedor de internet tem obrigação de fornecer IP de usuário que invadiu e-mail

Relatora Ministra, Nancy Andrighi, sustentou que as prestadoras de serviços de Internet (operadoras inclusas) estão sujeitas ao artigo 1.194 do Código Civil de 2002. Segundo ela, os dados armazenados pelos provedores devem ser suficientes para a identificação do usuário.

Revista Abranet 27 . abril/junho 2019
Veja a Revista Abranet nº 27 A Convenção Abranet 2019 debateu economia, política e gestão. Cerca de cem empresas de internet e de tecnologia puderam ter uma visão mais clara sobre o que esperar no curto prazo. E muito mais.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G