SEGURANÇA

BBTS cria plataforma com monitoramento, biometria, QR Code e reconhecimento facial

Por Fábio Barros e Fabio Santos ... 28/06/2019 ... Convergência Digital

A BBTS desenvolveu uma plataforma de monitoramento e segurança de ambiente físico que tem como diferencial a integração de distintos sistemas como CFTV e equipamentos de controle de acesso. Hoje, a plataforma é usada em 5000 mil agências do Banco do Brasil para a seguranaç física.

"Todo o monitoramento acontece a partir da plataforma dentro e fora do horário de expediente. Todo o controle acontece por uma única interface", conta o gerente de dividão de tecnologia da BBTS, Rogério Mesquita. O objetivo, agora, é levar a plataforma para outras verticais também demandantes de segurança física.

Segurança com QR Code, Wave e reconhecimento facial

A BBTS desenvolveu uma solução de controle de acesso que será testada, em piloto no Banco do Brasil. A solução usa o que existe de mais moderno, como o QR Code para identificação, a tecnologia WAVE, que permite a leitura da biometria sem toque, e a própria biometria, por meio do reconhecimento facial.

Nessa primeira fase, explica ainda Azevedo, a tecnologia de controle de acesso será usada em ambientes prediais, mas depois será levada para as dependências internas. Assistam a explicação do asessor da BBTS, Bruno Azevedo.


Segurança digital faz Oi ultrapassar a marca de 125 mil elementos monitorados em SOCs

SOCs, localizados no Rio de Janeiro e São Paulo, dão suporte à jornada digital de clientes públicos e privados e registrou um crescimento de 132% nas vendas de serviços gerenciados voltados à transformação digital.

PGFN alerta que é alvo de tentativa de fraude

Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional informa que nunca entra em contato para pedir doações ou para tratar de questões como pagamento de benefícios e auxílios ou restituição e resgate de valores.

Por Covid-19, biometria é excluída das eleições 2020 pelo TSE

Decisão foi tomada pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luis Roberto Barroso, em função do risco de contágio da Covid-19. Os leitores lde impressões digitais não podem ser higienizados a cada utilização, o que seria um risco considerável.

Administradora de shopping centers revela ataque cibernético

Ao mercado a Aliansce Sonae informou que a invasão aconteceu em maio e a companhia admite que, algumas informações possam ter sido acessadas, mas que elas não eram estratégicas.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G