GOVERNO » Compras Governamentais

Ministério da Economia suspende novos contratos enquanto negocia com Serpro

Luís Osvaldo Grossmann ... 04/09/2019 ... Convergência Digital

O Ministério da Economia republicou nesta quarta-feira, 04/9, a portaria 424, originalmente de 21/8, que suspende novas contratações de serviços na pasta no exercício de 2019 e determina reduções nas despesas com uma série deles. A começar pelo corte de 50% nos gastos com telefonia móvel e pela suspensão de novos contratos de TI. 

De pronto, a portaria do ministro Paulo Guedes freia a adesão da pasta em projetos de governo como a primeira nuvem pública, embora não dos demais órgãos fora do Ministério da Economia. Mas a leitura interna é de que o movimento é temporário, diretamente ligado à renegociação contratual com o Serviço Federal de Processamento de Dados, Serpro. 

A informação é que o Ministério da Economia resolveu antecipar uma negociação com a estatal de TI que abarque a nova configuração do órgão: ou seja, a unificação de contratos uma vez que o superministério abarcou atribuições dos ministérios da Fazenda, Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Indústria, Comércio Exterior e Serviços, além do Trabalho. Fazenda, com a Receita Federal, e Planejamento, com os sistemas da administração federal, são os maiores clientes do Serpro.

Ou seja, a perspectiva das secretarias do ME é de que a partir dessa renegociação, contratos de TI especialmente possam ser retomados ainda no último trimestre. Cortes de despesas, o entanto, estão expressos na portaria, apontando para um corte de 50% até o fim deste ano em gastos com telefonia celular e de 5% em serviços terceirizados. Entre as metas, a TI é afetada com o corte estimado de 15% em serviços de consultoria. Segundo o Ministério, o objetivo dessas metas é reduzir gastos em R$ 366 milhões 


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Portal Gov.br soma mais de 80 milhões de brasileiros com login e senha

Portal está unificando toda a oferta de serviços digitais do governo federal. Dados do Ministério da Economia revelam ainda que 2368 serviços estão 100% digitalizados, dos 3870 oferecidos por 190 órgãos federais.

BNDES abre licitação para manter plano de venda do Serpro e Dataprev

Banco de fomento lançou a RFI n° 04/2020 para a contratação de uma consultoria especializada na prestação de serviços de Due Diligences e avaliação econômico-financeira. O prazo para os interessados vai até o dia 13 de outubro.

Adiamento de tributos do Simples termina em setembro

A partir de outubro voltam os prazos de recolhimento adiados como medida durante a pandemia de Covid-19.

STJ nega envio de 'Caixa de Pandora' para Justiça Eleitoral

Quarta Turma do Supertior Tribunal de Justiça autorizou, no entanto, nova perícia nos vídeos que flagraram, em 2009, empresários de tecnologia da informação pagando propina a integrantes do governo do Distrito Federal. 

MCTI e MCom vão compartilhar orçamento até 2021

Portaria interministerial foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União. Até junho de 2021, os recursos serão compartilhados e será criado um Centro de Custos para a divisão dos gastos entre os dois ministérios, até a definição do orçamento de 2021.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G