Home - Convergência Digital

Cidade do Rock no Rio vira Cidade 5G

Convergência Digital* - 30/09/2019

A 20ª edição do Rock in Rio abriu nesste final de semana e a cidade do Rock se tornou a primeira cidade 5G do país, graças a uma rede implantada pela Oi em parceria com a Huawei para testes e experiências de uso da nova tecnologia,. Foi a primeira vez que o público do Rock in Rio – estimado em 100 mil pessoas por dia – pôde estar conectado por uma rede de WiFi gratuita, disponível para clientes de qualquer operadora.

Apenas nos três primeiros dias do festival o consumo de dados alcançou 34,28 Terabytes, volume que equivale a mais de 28 milhões de fotos em alta definição. Foram registradas mais de 14,7 mil conexões simultâneas no Oi Wifi no domingo, terceiro dia do Rock in Rio. A Oi montou uma infraestrutura de fibra óptica de 56 quilômetros para atender exclusivamente o evento.

Cidade 5G

Quinta geração da conexão móvel, ainda não disponível no Brasil, o 5G foi usado pela equipe de conteúdo do evento para a cobertura em suas redes sociais, com lives diárias e posts na sessão “Por trás das Câmeras”. As postagens mostraram os bastidores do que aconteceu durante as 14 horas diárias de festa no maior festival de música e entretenimento do mundo, com mais de 250 atrações espalhadas por nove palcos. O 5G tem uma performance até 10 vezes superior à da rede 4G, possibilitando altíssima velocidade no envio e recebimento do conteúdo trabalhado pela equipe do Rock in Rio durante o festival.

“Estamos bastante satisfeitos com o primeiro fim de semana de Rock in Rio, onde implantamos com sucesso a rede 5G e transformamos o evento na primeira cidade conectada pela nova tecnologia, com aparelhos operando nessa rede em alta velocidade e baixíssima latência. O WiFi liberado também atendeu todo o público presente, que pôde compartilhar facilmente fotos e vídeos nas suas redes ”, diz José Claudio Moreira Gonçalves, diretor de Operações da Oi.

Outra ação foi o lançamento da versão mobile do jogo Call of Duty, que foi criado no início dos anos 2000 para PCs e depois ganhou versões para diversos tipos consoles. O game foi lançado no espaço Freeplay, na Oi GamePlay Arena by GameXP, onde o público pode jogar online em smartphones 5G conectados pela Oi. A ação é resultado de uma parceria entre a Game XP e a Oi, primeira operadora brasileira a fazer testes com a quinta geração de telefonia móvel em demonstrações abertas ao público no Brasil.

Já a cobertura do Oi Wifi se estendeu por 345 mil m² do evento – quase a totalidade do parque –, incluindo o Palco Mundo, com 550 hotspots. Para manter a alta conectividade do local e a disponibilidade de todos os serviços (Internet, Oi WiFi e celular), foram instaladas também sete antenas para reforço da cobertura móvel 3G e 4G.

O som dos palcos Mundo e Sunset foi transmitido pela fibra da Oi, assegurando a amplificação dos shows para toda a Cidade do Rock com baixíssima latência, o que eliminou a possibilidade de delay entre a imagem do artista no telão e o som que chegava nas caixas distantes do palco. O sistema de iluminação dos dois palcos também utilizou a fibra da Oi.

Responsável por fornecer toda a infraestrutura de internet e conectividade do Rock in Rio 2019, a Oi está fornecendo links de dados de altíssima capacidade, totalizando 30 GB para garantir a conexão do evento. Para assegurar a disponibilidade dos serviços de internet na Cidade do Rock, que está totalmente conectada pela fibra da Oi, a companhia montou o NOC (Network Operation Center), o Centro de Monitoração Integrado que controla toda a operação na Cidade do Rock.

*Com informações da Oi

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

25/09/2020
OpenRAN aberta: o xeque-mate do xadrez geopolítico do 5G

24/09/2020
Com 114 redes ativadas, 5G já tem 138 milhões de acessos no mundo

22/09/2020
Economia prefere, mas não garante, leilão 5G não arrecadatório

22/09/2020
Para TIM, 5G não comporta neutralidade de rede

22/09/2020
Anatel: Crise afetou condições e preço do edital do 5G

22/09/2020
Vitor Menezes, Minicom: Vamos brigar por um leilão 5G não arrecadatório

22/09/2020
Para Oi, assinatura básica teria que ser acima de R$ 100 para pagar concessão

22/09/2020
Oi: Concessão da telefonia fixa vai perder R$ 10 bilhões em quatro anos

21/09/2020
Comissão Europeia pede ações urgentes para ter 5G o quanto antes

21/09/2020
Dívidas da Oi posteriores à recuperação judicial podem ser cobradas fora do plano

Destaques
Destaques

Vitor Menezes, Minicom: Vamos brigar por um leilão 5G não arrecadatório

O Ministério das Comunicações sinalizou às operadoras que trabalha para convencer os colegas de Esplanada a concentrar os valores envolvidos no leilão do 5G em compromissos de cobertura, minimizando o preço a ser pago ao Estado, afirmou o secretário de Telecomunicações, Vitor Menezes, ao participar do Painel Telebrasil 2020.

Claro: Sem antenas, São Paulo fica fora do 5G

CEO da Claro, Paulo Cesar Teixeira, criticou a miopia de executivos que ainda insistem em colocar restrições à implantação de antenas, como acontece na cidade de São Paulo. "5G é a grande plataforma para permitir um salto econômico mais vigoroso", advertiu.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Internet 5G traz disrupção para Telecomunicações até no modelo de negócio

Por Eduardo Grizendi*

Na RNP, estabelecemos um objetivo estratégico ambicioso – o de prover uma ciberinfraestrutura, segura, de alto desempenho e disponibilidade e, ao mesmo tempo, ubíqua, onipresente, em qualquer lugar e a qualquer hora, para nossas comunidades de educação, pesquisa e inovação.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site